Blog desses tempos

domingo, setembro 12, 2004

Não é que tenha cansado efetivamente de ir à baladas GLS. Fui durante pelo menos 2 anos e pensei bem, não é isso o que me incomoda. O que me incomoda é o fato de eu saber que sou uma pessoa inteligente, sensível, bonita, carinhosa e estar só (no sentido romântico da coisa). É só isso.

sexta-feira, setembro 10, 2004

"O essencial é invisível aos olhos."

quarta-feira, setembro 08, 2004

Chega de ser bonzinho, chega de balada GLS. Chega de mulher enrolada. Chega de sentimento de "peninha". Que se danem se vão achar certo ou errado. Busco SIM, e não vejo nada de errado nisso. Não sou pior nem melhor por causa disso. Não sou interesseiro por causa disso. Não vejo NADA de ERRADO em buscar. Chega de gente pensando coisa que não tem nada a ver. Chega, chega, chega.

Desta vez o calor veio pra ficar.

terça-feira, setembro 07, 2004

Eu to dando um tempo, sabe ? Aquele tempo que as mulheres dizem precisar tanto ter. Aquele tempo que todo mundo tem direito de ter, sabe ? Aquele tempo que as pessoas precisam pra descobrir porque umas são melhores que as outras, sabe ? Eu to dando um tempo, sabe, e não, não quero o seu conselho porque sei que vai tocar sempre na mesma tecla. Eu não preciso que você toque a mesma tecla. Não preciso do seu sentimento superior. Não preciso do seu não-entendimento.

E não interessa, porque a agressividade e o machismo sempre vão ganhar. Infelizmente. Então não me venha chorar algo que você merece.

domingo, setembro 05, 2004

As meninas sempre reclamam que não têm carinho do namorado, que o cara não dá atenção suficiente, que podia ser mais atencioso. Aí aparece um cara meio "deixa pra lá" e elas gamam. Fora isso, tudo bem na semana do feriadão.

quarta-feira, setembro 01, 2004

Essa música é linda :

Lay, lady, lay, lay across my big brass bed
Lay, lady, lay, lay across my big brass bed
Whatever colors you have in your mind
I'll show them to you and you'll see them shine

Lay, lady, lay, lay across my big brass bed
Stay, lady, stay, stay with your man awhile
Until the break of day, let me see you make him smile
His clothes are dirty but his hands are clean
And you're the best thing that he's ever seen

Stay, lady, stay, stay with your man awhile
Why wait any longer for the world to begin
You can have your cake and eat it too
Why wait any longer for the one you love
When he's standing in front of you

Lay, lady, lay, lay across my big brass bed
Stay, lady, stay, stay while the night is still ahead
I long to see you in the morning light
I long to reach for you in the night
Stay, lady, stay, stay while the night is still ahead

Bob Dylan



Jennifer Connely, linda.

Hilário ! Pra quem gosta de Stanley Kubrick, uma brincadeira muito hilária ! Aqui. Muito engraçado !

terça-feira, agosto 31, 2004

Adorei este texto do Jabor. Quem quiser lê-lo por completo, é só clicar aqui. E antes que qualquer desavisado me pergunte, não, eu nunca li o tal "bunda dura" que circula internet afora. Como não sei se o link vai funcionar, copio alguns trechos do texto para cá. Que dizem :

"Eu nunca escrevi o ‘Bunda dura’

Eu não escrevi “Bunda dura”, texto que rola na Internet e que está virando um cult , principalmente para mulheres. Toda hora, alguém me pára na rua: “Adorei a sua ‘bunda’!” “Que bunda, cara?” — digo, fingindo que não sei o que é. Não dá outra: “Aquele texto seu, que idéias, que ironias..”, me responde. Fico louco, porque estou sendo elogiado justamente pelo que não fiz. Toda semana tento ser inteligente, escrevo sobre o Bush, a crise internacional, espremo meu pobres conhecimento filosóficos ou sociológicos, capricho na língua, tudo para ser chamado de “profundo” e, aí, “Bunda dura” vem e é meu prêmio Jabuti, minha medalha.

Entrei no Google e botei “bunda dura”; pintaram dezenas de referências. A maioria é de mulheres que, creio eu, não têm ou já tiveram bunda bonita. Quem será o famoso autor de “Bunda dura”? Creio que é uma mulher, possivelmente, baranga. Certamente Juliana Paes não protestaria. O artigo é a vingança de trêmulas nádegas eivadas de celulites.

(...)

Isso dado, devo afirmar aqui minha posição definitiva em relação à bunda, seja ela dura ou mole. A bunda realmente me inquieta. Dá-me a impressão de ter se destacado do corpo e de ter ganho uma vida própria. Antigamente, a bunda fazia parte da mulher completa, talvez mais oprimida, com celulite e varizes, mas é inegável que a bunda era parte da mulher. Hoje a mulher é que pertence à sua bunda. Há mulheres que passeiam seus bumbuns como cachorrinhos de luxo, outras que chegam a ter ciúmes de suas próprias bundas, mais queridas que elas. Há bundas que chegam a ter pena de suas donas e parecem dizer: “Prestem atenção nela, ela também é legal..”

Hoje, visivelmente, o desejo sexual do homem migrou para os bumbums. Nas revistas de sacanagem as vaginas têm perdido terreno em relação aos bumbuns. Por que será? Talvez porque a vagina seja um território mais sagrado e mais temido. Dela sai a vida, saímos todos, há mistério na vagina. Ali é que está a verdadeira diferença sexual, já que bundas bonitas podem ser de homens e mulheres. A vagina não. Ela angústia os homens por ser o lugar de uma castração simbólica. Na vagina, “não há” alguma coisa. A vagina põe os homens diretamente diante de seu oposto. Fala-se muito em inveja do pênis para as mulheres. Que nada. Hoje, com a liberdade da mulher, o grande trauma é o “medo da vagina”. Os homens têm medo de enfrentar aquela entrada para o ventre, aquela porta de caverna onde poderíamos nos perder.

Chega a haver um movimento nos salões de beleza para devolver à vagina, melhor dizendo, ao “monte de Vênus”, um novo encanto pós-moderno. Talvez a velha floresta pubiana, desordenada, inextricável das vaginas d’antanho, parecesse aos homens uma selva de perigos. Hoje, as mulheres gastam horas penduradas em trapézios para ter seus pentelhinhos reduzidos a um bigodinho básico, inocente, como se dissessem: “Venham sem medo... Sou apenas um tufinho elegante, como o bigodinho do Sarney ou no máximo o bigodão do Greenhalgh do PT, mas nunca chegarei ao desgrenhamento sinistro de Olivio Dutra. Venham!”

Mas talvez não adiante muito, pois homens e mulheres cultivam mais a bundinha porque ali é o lugar da irresponsabilidade, da não-vinculação, do não-casamento... A bundinha é livre, não faz nascer, não leva à igreja. A bunda tem mais a ver com a sexualidade irresponsável e veloz de hoje. A bunda não procria, muito pelo contrário. A bunda não tem rosto, como o “sujeito moderno”. A vagina é o lugar do “outro”; a bunda o lugar do “mesmo”. De costas, a mulher fica menos ameaçadora. Seus olhos, sua boca, seus sentimentos não ficam visíveis. Na relação anal, todos estão ausentes, não há a perigosa defrontação com um sorriso irônico, a frieza de um olhar. Na relação anal estamos sozinhos. Além de tudo, na relação anal ou mesmo “more ferarum” (como as feras) haja um resquício mais animal, mais ancestral, lembrança de macacos e macacas e não a santificada “posição do missionário”, como chamavam os selvagens da África, vendo seus catequistas transando no tradicional “papai e mamãe”. Nesse espantoso panorama de bundas que vemos em toda parte, barriguinhas de fora, calça baixa e bundinha empinada, em shoppings, colégios, vemos que a amostragem clara, modelada, das bundinhas não tem mais nem maldade. É a moda de mercado.

Antigamente, havia a sedução pelo despertar da curiosidade, pelo atiçamento, para os homens adivinharem as belezas femininas ocultas. Hoje, com a competição, a exposição radical de bundinhas é prateleira de ofertas. Há um professor de ginástica que grita: “Vocês não tem vida interior, não... Só bunda e barriga!”

Talvez essa seja a razão do sucesso do texto que não escrevi. Na vida secreta as mulheres querem ser amadas pelo que são profundamente. Mas ninguém vê suas belezas internas. É como eu. Ninguém me ama pelo que escrevo. Só gostam da bunda dura que não é minha." (texto de Arnaldo Jabor)

---------------------------------------------------------------------------------

E eu completo, ratifico, seja lá o que for, como já escrevi anteriormente aqui : A relação anal é uma invenção do homem machista. A relação anal não cria cumplicidade. Um de frente, outro de costas, que coisa mais esquisita. E o olho no olho ? Não interessam mais os "olhos nos olhos" que um dia Chico cantou. Hoje a relação sexual é regida pela agressividade subjetiva. Essas patricinhas por aí, não querem mais o afago, o carinho e o romantismo que um dia foi valorizado. Elas querem, mas se não vier vestido de caráter agressivo, "aí não vale, aí eu não dou". A fantasia hoje, é subversiva.

Explico-me. Cansadas da melação dos romances perfeitinhos, as mulheres "masculinizaram-se" : a moda hoje é a insegurança, a fantasia do estupro. É o voltar à época em que havia uma diferença maior entre homens e mulheres. Sim, porque depois do "metrossexual", não há mais o que inventar, não há como ser mais "perfeito" que um homem de sombrancelhas desenhadas à perfeição, como um emberbe de peito depilado, quase um David de Michelângelo. Já que não há como ser melhor do que esse "novo ser-homem", o inconsciente coletivo feminino regride ao que há de mais "imprevisível" e "deseducado" que é o "entrar sem pedir", o "insisto porque sou macho, agressivo", aquela coisa cafona do "agora sou somente um ser-pau, macho, superior". Uma fantasia fascista, que é o único "meio" que a mulher tem, de, psicologicamente, "colocar-se no seu lugar". E o que é o homem-cafajeste ? O homem-cafajeste é exatamente este indivíduo que deixa de ser indivíduo para ser um conceito burro e ditatorial. Ele representa a idéia da sociedade falocrata e "põe" a mulher na posição "inferior", do tipo "cala a boca enquanto eu te como".

É hora de resgatar o carinho, a valorização do ser por ser único. É hora de a mulher voltar a ser feminina (e não masoquista, passiva), da valorização da sociedade maternal e acolhedora. O mundo voltou a ser machista na era Bush Jr., tudo se trata do poder bélico (o falo), do "eu sou melhor do que você", da manipulação inescrupulosa, do "homem-fodão" (e também da "mulher-fodona" e machista) e a sociedade virou um antro de "machos superiores no comando". É hora de resgatar a sociedade da verdadeira beleza e dos valores. E não uma idéia tola e estereotipada do que venha a ser este novo conceito idiota do que significa ser do sexo masculino. E tenho dito.

Vou acabar fazendo alguma besteira. Todo homem tem seu limite. Todo mundo precisa de carinho.

domingo, agosto 29, 2004



Franka Potente

Decida

Composição: Arnaldo Antunes / Edgard Scandurra

ou desce ou dá
ou desce ou cai
ou racha ou vai
ou fode ou sai

é só ou mais
ou pode ou quer
ou é ou não
ou vem ou tiau

ou sim ou fim
a fim ou não
ou fica ou sai
não quer ou quer

ou vem ou nem
ou sim ou sai
ou deixa ou tá
ou desce ou dá

decida
ou desce ou desce
ou dá ou dá
decida

é agora ou já
é agora ou já
é agora ou já
é agora ou já

sexta-feira, agosto 27, 2004

quarta-feira, agosto 25, 2004

Vamos esclarecer algumas coisinhas. Valores e comportamentos suspeitos.

Primeiro : Não tem essa de "direitos humanos" pra bandido, não. Ah, que história é essa ? Se ele está atrás das grades (e é uma pena a maioria não estar) é porquê, desculpem-me a grosseria, alguma merda ele fez e merece estar lá. Ninguém pensa nessas horas no pai de família honesto e trabalhador, né ?

Segundo : Cigarro é fedorento, horrível e faz mal à saúde. Aí a pessoa pode argumentar, "po, mas é um vício, a pessoa nem é culpada e tal". Tá bom, mas porquê começou a fumar, então ? Aí a pessoa fala "Po, mas o vício é dele(a), ele(a) já tá crescidinho(a) pra saber o que é legal e o que não é." Não tem essa, a maioria não sabe o que quer, tem gente que fuma porque acha que é "chique" e pior, não tem essa, é um vício que contamina os outros e deixa a roupa fedorenta e os dentes amarelos. Tudo tem um limite. O nosso limite vai até onde começa o do outro e vice-versa. Ok, cada um na sua, mas afasta essa fumaça pra lá, ok ? Beleza.

Terceiro : Chega de mulher enrolada. Será que realmente, 99,99999999% das mulheres é "enrolada" ? Não tem essa. Ou você está ou não está com alguém. Mesmo que sejam três "amigos" ou "amigas". Ora bolas, ou estão os três juntos ou não estão. Chega de não fode nem sai de cima.

E outra observaçãozinha muito franca. Acho muito esquisita essa "tara" machista brasileira por sexo anal. Ora bolas (sem trocadilhos), (desculpem a grosseria), ânus é igual no homem e na mulher. O legal é a diferença...côncavo x convexo, pele lisinha x pêlos...

Mas mulher enrolada, nossa, porquê mulheres são tão complicadas ? O cara não dá a mínima, some e aí um dia liga e a mulher fica igual uma boba, derretida. Homem bonzinho dá muita bola, atenção e se ferra. Esses cafajestes é que acabam bem. Inversão total de valores.

sexta-feira, agosto 20, 2004

"I'm going crazy, little everyday..."

quarta-feira, agosto 18, 2004

Oh Life is bigger
It's bigger than you
And you are not me
The lengths that I will go to
The distance in your eyes
Oh no I've said too much
I set it up

That's me in the corner
That's me in the spotlight
Losing my religion
Trying to keep up with you
And I don't know if I can do it
Oh no I've said too much
I haven't said enough
I thought that I heard you laughing
I thought that I heard you sing
I think I thought I saw you try

Every whisper
Of every waking hour I'm
Choosing my confessions
Trying to keep an eye on you
Like a hurt lost and blinded fool
Oh no I've said too much
I set it up

Consider this
The hint of the century
Consider this
The slip that brought me
To my knees failed
What if all these fantasies
Come flailing around
Now I've said too much
I thought that I heard you laughing
I thought that I heard you sing
I think I thought I saw you try

But that was just a dream
That was just a dream

terça-feira, agosto 17, 2004

E no Domingo, como já tinha combinado com a minha amiga Elaine e o RoSeven, fomos no Gay Caneca ver o novo filme do Woody Allen, "Igual A Tudo Na Vida" ("Anything Else"). Me identifiquei com o personagem do "American Pie" Jason Biggs. Já passei por isso, de me apaixonar por uma menina manipuladora e "frígida". Mas o filme deixa um pouco a desejar, parece que o Woody Allen ficou mais preguiçoso neste. A menina que a Christina Ricci interpreta é insuportável (aliás, nunca vi o cinema com personagens femininos tão insuportáveis, vide este "Igual A Tudo Na Vida" e "Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças", desta vez interpretado pela ótima Kate Winslet), e Woody Allen, como sempre, faz papel de si mesmo. (Outro que sempre faz papel de si mesmo e gosto muito, é o Hugh Grant, com aquele humor típico inglês)

A conclusão que dá pra se chegar, é que 90% das mulheres é mesmo chata, imprevisível e manipuladora. Ainda bem que existem os 10% restantes...e a essas mulheres (porque aí sim, são mulheres, maduras e sabem o que querem) eu agradeço e digo : Mulheres fofas e atenciosas, vocês são tudo de bom !

domingo, agosto 15, 2004

Ah sim, só um adendo. Elaine, não me interprete mal, por favor, mas você tá muito "fofa" estes dias.

E por falar em gente "fofa", em programas "fofos", eu acabei de descobrir uma música muito "fofa" do Graham Coxon, ex-guitarrista do Blur, chamada "Bittersweet Bundle Of Misery". É uma música de guitarra, mas com aquela levadinha alegre, do tipo que faz a gente querer andar pulando e cantando na rua.

Mas fiquei com vontade de comprar a trilha-sonora de "Goldfish Memory", o filme mais "fofo" desse mês !

Bem, são quase três finais de semana sem postar...rs...isso aqui tá meio abandonado. Fazendo um resumo do resumo do resumo, no final de semana retrasado, minha amiga Lalai me chamou para ir com ela e três amigos na festa de uma outra amiga dela, lá no Dublin, na Vila Olímpia. Tudo bem que eu detesto aquele bairro (no sentido "baladeiro" da coisa), mas até que estava divertido. Porém, lotado. Tinha uma bandinha meio mais ou menos tocando hits dos anos 80, começaram bem, coisas como U2, George Michael e outras tantas que não lembro agora. Depois começaram a descer o nível e de banda "bateria-guitarra-baixo-vocal-teclado-ou-qualquer-coisa-do-gênero" eles começaram a "tocar", pasmem, música eletrônica ! rs Eu que no máximo consigo ouvir um Chemical Brothers ou sei lá, Morcheeba, comecei a desanimar. rs Fora que 80% das mulheres paulistanas fumam ! É impressionante, parece que um cigarro chama outro. E eu, que fui todo cheirosinho pra lá, perfumadinho, gostosinho, rs, voltei com meu blazer cheirando à chaminé. Acho cigarro INSUPORTÁVEL. Nem que a mulher seja linda, vai, se fumar, tira 99,9999999999% do tesão. E eu descobri que as pessoas me acham "sério" ! rs Por um lado, considero até um elogio. Não sei quem foi que escreveu, mas eu adoro uma frase que diz mais ou menos que você consegue julgar o caráter de alguém dependendo do que a faz rir.

No final de semana posterior, fui ao Rio, visitar a família e passar o dia dos pais lá. Foi ótimo e tive uma excelente "surpresa"...ai ai...rs

Hoje foi ótimo, a Elaine me ligou (Elaine, MUIIIIIIIIIIIIIIIIIIITO obrigado MEEEEEEEEEEEEEEEEEESMOOOOOOOOOOOOO, você não tem idéia o quanto tenho adorado sair com você, fora que você parece estar mais desencanada, não sei explicar.) e a gente foi almoçar lá no Amsterdã. O lugar é um charme, gente jovem, atendimento simpatissíssimo, pãezinhos quentinhos, saídos do forno, de entrada, depois um salmão delicioso com penne ao limão. Hummmmmmmmmm. De lá fomos ao cinema, ver "Todas As Cores do Amor" ("Goldfish Memory"), um filme irlandês MUITO alto-astral, leve, o programa perfeito para um final de tarde de Sábado. Trilha sonora com músicas de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, um charme só, e aquele sotaque irlandês charmosíssimo. Ah sim, o filme é MUIIIIIIIITO engraçado. AMEI ! Elaine, você acertou em cheio ! :-)

Depois do cinema, encontramos com o RoSeven e um amigo, Elaine passou num sebo e comprou livros, entre eles "Olhai Os Lírios do Campo", de Érico Veríssimo. Depois nos despedimos e foi um Sábado perfeito ! Faltou só uma coisa, mas, tudo bem, vai.

E detalhe, ontem a noite foi muito perto de ser perfeita...música ao vivo, jazz, piano, saxofone...

E o sotaque irlandês, hein ? rs

quinta-feira, julho 29, 2004



Amo a arte desse cara. Ainda tive o prazer de ver uma exposição sua em Londres, na Hayward Gallery. Maravilhoso.

Engraçado, gosto da arte do Roy, mas não vejo muita graça em Andy Warhol, apesar de serem contemporâneos. Mas os quadros do Roy, amo !!!

terça-feira, julho 27, 2004

Nossa, essa música cai como uma luva de como eu tenho sentido as paixões ultimamente.

Queixa
Caetano Veloso
 
Um amor assim delicado
Você pega e despreza
Não devia ter despertado
Ajoelha e não reza
Dessa coisa que mete medo
Pela sua grandeza
Não sou o único culpado
Disso eu tenho a certeza
Princesa
Surpresa
Você me arrasou
Serpente
Nem sente
Que me envenenou
Senhora e agora
Me diga onde eu vou
Senhora
Serpente
Princesa
Um amor assim violento
Quando torna-se mágoa
É o avesso de um sentimento
Oceano sem água
Ondas: desejos de vingança
Nessa desnatureza
Batem forte, sem esperança
Contra a tua dureza
Princesa
Surpresa
Você me arrasou
Serpente
Nem sente
Que me envenenou
Senhora e agora
Me diga onde eu vou
Senhora
Serpente
Princesa
Um amor assim delicado
Nenhum homem daria
Talvez tenha sido pecado
Apostar na alegria
Você pensa que eu tenho tudo
E vazio me deixa
Mas Deus não quer que eu fique mudo
E eu te grito essa queixa
Princesa
Surpresa
Você me arrasou
Serpente
Nem sente
Que me envenenou
Senhora e agora
Me diga onde eu vou
Amiga
Me diga

No Domingo foi muito bom, pois a minha amiga (que cada vez me surpreendo de que é uma moça tão sensível e doce e fico me sentindo "o frio" perto dela !) me convidou para tomarmos um chocolate quente. Amei a idéia ! Queria ter tomado a iniciativa primeiro, mas foi muito bom, adorei o convite ! Sugeri que fôssemos ali no Fran's Café da FNAC em Pinheiros, pois havia tempo que não ia lá. Adoro ficar lá, fuçando os livros, as revistas e os "brinquedinhos" eletrônicos.

Este é o tipo de "programa" que eu adoro. É simples, mas são dois amigos juntos, conversando, tomando chocolate quente no clima gélido-europeu de São Paulo nessa época do ano. Tem coisa mais "chique" que isso ? Não tem ! Um programa barato e MUITO divertido, pois nada melhor que conversar, ainda mais descobrir o quanto as pessoas gostam da gente e confiam na gente. Obrigado, Elaine ! Apesar de implicarmos às vezes, quero que saiba que gosto muito, muitão de você ! É engraçado, porque será que eu fico tímido com ela ? Talvez seja medo de expor todas as minhas "fraquezas".

Foi ótimo, conversamos bastante, do jeito que eu gosto, e depois passeamos na FNAC. Se eu realmente voltar para o Rio, vou sentir falta desse tipo de programa. :-(

Só em São Paulo você encontra esse tipo de programa. E ainda dá pra colocar blazers bacanudos (palavra que "aprendi" com a própria Lalai ! rs) e se arrumar legal pra sair. Vaidade ? Sim, acho importante ATÉ certo ponto, com um limite.

Eu sou carioca, mas não me "sinto" paulista nem carioca. Me sinto uma mistura total.

Saudades deste programinha de Domingo...

E neste momento ouvindo R.E.M.

sábado, julho 24, 2004

E na sexta fui ver o filme "Brilho Eterno...", a nova maluquice do roteirista Charlie Kaufmann. Confesso que esperava mais do filme, mas não deixou de ser divertido. Não gosto muito do careteiro Jim Carrey, mas quando ele é bem dirigido, faz o papel direitinho. A Kate Winslet faz o papel de uma menina louquinha, impulsiva, chatinha até dizer chega. Será que ela é assim na vida real ? Engraçado, foi a mesma sensação que tive neste filme e com Encontros e Desencontros, da Sofia Coppola. Embora os dois filmes sejam bons, eu esperava muito mais de ambos. Eu sempre vou com expectativas, sempre vou empolgado pra ver os filmes que tanto quero ver. Por um lado é ruim ir com expectativas demais, por outro lado acho bom ir animado, feliz, com boa vontade. Destaque para a trilha sonora com a música do Beck. Linda e triste. A música foi o que mais me deixou arrepiado. Adoro ver filmes que me deixam arrepiado, que tocam a gente no fundo, que fazem a gente refletir. Mas o que mais quero ver mesmo agora, espero ansioso, é o novo do Woody Allen. Pelo trailer me identifiquei muito com o pretendente da personagem principal, que é feito pelo Jason "American-Pie" Biggs. Adoro filmes "solares", como esse do Woody Allen parece ser. E não, não sei explicar o que é um filme "solar". Acho que é aquele que deixa a gente com um sorriso no canto da boca e a gente se identifica com a história, com o personagem principal...preciso ver um filme assim.

Estou menos carente, mas a procura continua. Invejo a situação "passiva" das mulheres bonitas, pois a elas só cabe esperar que seus "príncipes encantados" apareçam e as levem para o mundo romântico. Uma pena que as mulheres têm se tornado cada vez mais machistas. Competem com os homens cafajestes para ver quem é mais filha da puta. Uma pena que as mulheres estejam perdendo sua doçura natural. Gente doce é muito fofa !

Essa semana, houve um dia lindo, o céu parecia uma pintura de Monet às 5 da tarde. Gosto dessas coisas. Lembro-me que, ainda adolescente, fui visitar o Observatório Nacional no Rio de Janeiro, e na época, estava apaixonado por uma menina, uma amiga de infância e lembro-me de que ela também foi, neste mesmo dia, ou melhor, noite, nesta visita ao observatório. Foi lindo ver as estrelas sabendo que minha paixão estava tão próxima (mesmo que platônicamente, pois eu tinha vergonha de que ela pudesse saber de tudo) de mim.

Lembro-me também de um Natal em que passei a meia-noite dentro de um carro em movimento, olhando para as estrelas e para a Lua, cheia naquele dia.

Na sexta-feira fui convidado pela minha amiga Elaine a ir numa festinha no Jambhala, ali nos Jardins. Gostei, a festa começou boa, com cara de festinha particular, parecia aquelas reuniões que a gente faz no playground do prédio quando somos adolescentes, mas lógico, nunca com a mesma inocência. O setlist dela foi legal, começou bem, tocando músicas dos anos 80 e variantes. Ouvir "Silent Morning" foi o momento mais "latino-cafajeste" de todos ! Do fundo do baú...

Dentre todos que lá estavam, eu devia ser um dos poucos hetero que havia, nada demais, detesto lugares muito "hetero-sou-fodão-como-todas". Detesto essa agressividade do mundo masculino. O problema é que tinha outro cara lá, que pegou a única mulher interessante da festa...e beijaram-se e esfregaram-se durante 2 horas seguidas. Eles é que estão certíssimos. Pena eu não saber como chegar numa mulher por ser tão tímido e não ser "agressivo" na hora da abordagem.

Depois o set ficou eletrônico demais e voltei pra casa num horário que eu gosto, 2 da manhã. Cansei de adolescentes, cansei de modernos, cansei de pernósticos. Nada como gente normal. E foi essa a sensação que tive ontem. Muito bom !

domingo, julho 18, 2004

A LETRA
The nickel dropped when i was on my way beyond the rubicon
what did i do?
and the games that i could handle and then the ones with a candle
what can i do?
i'm a frightened, fickle person, fighting, cryin', kickin', cursin', what should i do?
oooh, after all the foldin', rollin' hauling over coals stops what will i do?
can't take a good day without a bad one don't feel just to smile until i had one
where did i learn?
I make a fuss about a little thing Rhyme is losing to the riddling
where's the turn?
i don't want a home, I (grow) one, my home is where my habits have a habitat
why give(get?) a turn?
oooh, after all the foldin', rollin' hauling over coals stops what did i learn?
I am likely to miss the main event if i stop to cry and complain again
so i will keep a deliberate pace let the damn breeze dry my face
ooh mister wait until you see what i plan to be
i've got a plan to demand and it just began and if you're right, you'll agree
here's coming a better version of me
here's coming a better version of me
here comes a better version of me.

Sempre detestei música eletrônica. Não vejo a menor graça. Não tem alma. E música sem alma não é música. Música é sentir as cordas do violão deslizarem por entre os dedos. Música é notar em uma canção cada sutileza ali presente, cada acorde, cada nota, o tempo, é como sentir cheiro de livro velho ou receber carta, em vez de e-mail. Música é o suor do cantor, o esforço para alcançar aquela nota mais aguda. Música sem voz também vale. A música clássica, por exemplo. Não existe nada mais sublime, com riqueza de detalhes do que a boa música clássica. Mas não é preciso ser pernóstico para gostar de música. Pegue a música dos Beatles, por exemplo. Pegue os ingleses, a maneira com que pegaram a música negra sulista americana e a transformaram em algo bem melhor. Não estou desmerecendo a música americana, pois há grandes artistas que eu gosto muito, inclusive. Ray Charles, americano, era talentosíssimo, interpretou cada música linda...o próprio Bob Dylan com seu protesto político, outro gênio. 
 
Mas não confundir. A música que os ingleses melhoraram, e muito, chama-se Rock And Roll.
 
Não considero "New Order" (que são ótimos) música eletrônica. Ingleses ! Chemical Brothers, não sei de onde são, mas alguma coisa que eles fizeram me interessa. E também aquele cara, o Norman Cook. Pelo menos ele sabe tocar um instrumento ! Agora, não tem coisa mais irritante que esse negócio de "ser DJ". O cara fica fazendo aqueles scratches no disco e acha que toca música ! Assim é fácil "ser músico", né ?

sábado, julho 17, 2004

Clichês :

A arrogância e o background cultural do paulista ou a malandragem e a simpatia verdadeira do carioca ?


Pra quer ter que "provar" a toda hora, a todo instante para as pessoas, a simpatia e a inteligência ? Porque também não ME aceitar como EU sou ? Não quero ter que gostar de música eletrônica ou ter que ir pra Vila Olímpia para ser uma pessoa "bacanuda". Ou "beber" ou "fumar" ou ser gay para ser legal. Que tipo de tirania é esta ? Quer dizer que todos os heterossexuais não podem gostar de cultura e que todos os artistas são difíceis ? Não ao rótulo, não às "tribos" !!! Queria que me vissem do jeito que sou. Nem "muderno", nem "boy de Vila Olímpia". Apenas eu. Eu.

terça-feira, julho 13, 2004




Ah, cansei de gente...e como sugeriu uma amiga, mais fácil ir pra Disney, Disney é mais fácil. Gente é mais difícil. Então sigo a sugestão dela e sigo para a Disney. Querendo entrar em contato, estarei por lá. Obrigado, volte sempre.


Quero ver um monte de filmes, voltar a fazer meus exercícios regularmente, mas com esse friozinho (que eu adoro, por sinal) dá uma preguiça e aí a listinha vai aumentando..."Homem-Aranha 2", "Efeito Borboleta", "Queimando Ao Vento", tem mais dois, mas não lembro os nomes, agora. Enfim.


Música do dia : Get Up (tipo...ACORDA !)

Sleep delays my life (get up, get up)
Where does time go? (get up, get up, get up)
I don't know
Sleep, sleep, sleepy head (get up, get up, get up)
Wake it up, up (get up, get up)
You've got all your life (way up ahead) (get up, get up, get up)

Dreams, they complicate my life (dreams, they complement my life)

I've seen you laying pined (get up, get up)
I've seen you laying pined (get up, get up)
Life is rough, rough (get up, get up, get up)
I've seen you laying down (get up)
With the loving kind (get up, get up)
I know life is hard, hard (where goes your time?)
Where to turn? where to turn? (get up, get up)

Dreams, they complicate my life (dreams, they complement my life)

Dreamtime

Dreams, they complicate my life (dreams, they complement my life)
This time, no escape, I wake up (get up, get up)
Get up, get up
Get up
Get up
Get up, get up, get up

Enfim..
Abraços a todos...beijo, Lalai, espero que esteja melhor, moça...e saudades de você, Marina, minha anjinha...

segunda-feira, julho 12, 2004


Desisto de tudo, viu... :-(

quinta-feira, julho 08, 2004


Não sei se já postei essa letra dos Beatles anteriormente aqui, mas aqui está, de qualquer maneira.

FOR NO ONE

Your day breaks, your mind aches
You find that all the words of kindness linger on
When she no longer needs you

She wakes up, she makes up
She takes her time and doesn’t feel she has to hurry
She no longer needs you

And in her eyes you see nothing
No sign of love behind the tears
Cried for no one
A love that should have lasted years !

You want her, you need her
And yet you don’t believe her when she says her love is dead
You think she needs you

And in her eyes you see nothing
No sign of love behind the tears
Cried for no one
A love that should have lasted years !

You stay home, she goes out
She says that long ago she knew someone but now he’s gone
She doesn’t need him

Your day breaks, your mind aches
There will be times when all the things she said will fill your head
You won’t forget her

And in her eyes you see nothing
No sign of love behind the tears
Cried for no one
A love that should have lasted years !

Quem nunca se sentiu assim ?


E hoje, véspera de feriado só em São Paulo, peguei 2 empolgantes horas de engarrafamento na 23 de Maio. Impressionante. Isso também é São Paulo. Eles gostam de fila, engarrafamento...rs

quarta-feira, julho 07, 2004


Quero agradecer muito a muitas pessoas, especialmente : Elaine, adoro conversar com você, você tá mais "amiga", não sei explicar, muito obrigado ! E a você, Aline, você é a amiga mais fofa que há ! Muito obrigado, MESMO ! Quero agradecer e falar que estou com muitas saudades de você, amiga, Marina, tão doce e especial na minha vida. Marta, obrigado também, apesar de você ser mais "fugidia" ! E a você, moça que tem me seduzido e conquistado o meu coração...só não faz meu coraçãozinho esperar muito, viu...?


Não vou esconder a mistura de felicidade e tristeza que tomou conta de mim. Os motivos não quero deixar claro, até porque acho que aqui não é relevante esse tipo de coisa. Sei que bastante coisa tem acontecido e eu fico aqui, pensando demais, sentindo demais, viajando demais. Posso dizer que quando eu acho que descobri alguma coisa, mais uma pista para juntar tudo, mais longe eu fico. Não adianta, tudo bem que esse negócio de signo é sempre discutível e não é científico, de qualquer maneira, mas nessas horas sou bem de Áries, mesmo. Quero agora, quero ser feliz agora ! Por outro lado, existe toda uma idealização, resgatar a princesa do alto da torre do castelo, como um cavalheiro em sua armadura polida. Mas talvez secretamente, esse cavalheiro de vez em quando sentisse falta de parar pra conversar com alguém, antes de salvar sua princesa...

Existe aquela coisa de imaginar a vida como um filme romântico, onde todos são felizes e a moça é salva das garras dos "bad boys". Por outro lado, existe também o sonho da aventura...se parar pra pensar, é por isso que gosto tanto da história (e obviamente) da música dos Beatles. Tudo que os quatro amigos passaram, pareceu tudo uma aventura. Com certeza suas vidas não foram nada medíocres !

Mas toda a aventura e todo o esforço para conquistar a princesa inacessível, no topo da torre do castelo, pode se tornar cansativo e chato para o homem de Áries, que, apesar de amar ser provocado, acha que para tudo existe um limite. Paradoxal : O romance é vida, a paixão é vida, é movimento, é um beijo cinematográfico...mas se a princesa fica lá, inacessível o tempo todo, o homem de Áries sai logo noutra cruzada, a fim de encontrar o romance sonhado ! Pé no chão ? Sim, mas não insista muito, o fogo do homem de Áries pode queimar ! rs

Ai que texto brega...e eu tenho a Lua em Libra, signo oposto, da diplomacia, ihhhh, viagem total...

quinta-feira, julho 01, 2004


Porque vocês mulheres são assim ? Quanto mais a gente se importa, liga, dá atenção, se interessa, menos vocês se importam com o nosso coraçãozinho...? Pior que tem gente que acha que isso tudo é normal...

Estou bem mais sensível essa semana...


Parece que quanto mais a gente dá atenção e carinho pra alguém, menos essa pessoa dá atenção pra gente...é aquela coisa, todo mundo quer alguém ? Na verdade, ninguém quer ninguém...o mundo é estranho.

quarta-feira, junho 30, 2004


Ai que raiva que eu tô de mim mesmo...:-(

E a barba cresce...rs

Saudades de uma pessoa...

quinta-feira, junho 24, 2004


Tudo que é novo na internet vira logo "febre", moda. Tudo bem que o Orkut nem é tão novo assim e eu só fui dar a minha primeira "espiada" no início do mês passado, quando uma amiga me convidou para fazer parte da "comunidade". Pois bem, mal entrei e já estou ficando enjoado. O fato é que certas coisas não mudam quando passam do real para o "virtual". As relações humanas não são exceção. Caretas fora da internet vão continuar caretas no mundo virtual. Modernetes de plantão fora da internet, serão os mesmos nela inseridos. Mentirosos no mundo real, mentirosos no mundo virtual.

Tudo isso porque tenho notado uma característica muito peculiar em se tratando de "paqueras" pela internet. As meninas, que adoram receber elogios quando saem para a "night" ou "balada" ou qualquer que seja o nome desse "evento" social exclusivo de alguns (na verdade, mais de algumAS) e dizem não encontrar o homem "certo" ou o homem de seus sonhos, passam em comunidades deixando recadinhos do tipo "estou carente, alguém sairia comigo ?", etc, com a intenção de serem correspondidas, obviamente. Mas na verdade, por trás destes "inocentes" clamores por um companheiro, o que realmente existe é um exercício exacerbado de vaidade.

O que acontece é, que, na verdade, deixam os tais recados, perguntando se tem algum interessado com uma outra intenção, mais agressiva, simples e egoísta : A de "medirem" o quanto são "populares" nas comunidades ou entre os rapazes que mais interessa despertar (e apenas despertar, não concluir) desejo. Então deixam os recados para os meninos, normalmente muito mais inocentes do que as meninas, que demonstram com toda a "sutileza" de que lhes é natural (o homem, sabe-se, é muito mais sutil e mentiroso que a mulher, NÉ ?) o seu interesse pelas meninas. As meninas vêem quem ficou "interessado" e pronto : A vaidade está "alimentada" e assim as relações humanas progridem harmoniosamente. (peloamordedeus, estou sendo irônico em alguns trechos)

Não tem a ver com este assunto supracitado, mas vale a pena dar uma lida nesta matéria, que também fala do Orkut.


Todos os Yuppies de São Paulo parecem personagens saídos daquele filme "Wall Street - Poder e Cobiça". Deveria eu ter me tornado um deles ? (pergunta retórica)

terça-feira, junho 22, 2004


Porque homem quando fica gripado fica manhoso ? Eu não sou exceção...

segunda-feira, junho 21, 2004



domingo, junho 20, 2004


Tem dias que sou amargo como café. Tem dias que sou sensível, como se fosse bom.
Porque sim.
Porque não.

sábado, junho 12, 2004


Você não entende nada. Pensa um pouco, vai ?


Eu queria ser loira. E gostosa.


"Advertising signs that con you
Into thinking you're the one
That can do what's never been done
That can win what's never been won
Meantime life outside goes on
All around you.

You lose yourself, you reappear
You suddenly find you got nothing to fear
Alone you stand with nobody near
When a trembling distant voice, unclear
Startles your sleeping ears to hear
That somebody thinks
They really found you
". - B. Dylan

Porque ninguém entende o que é tão óbvio ? Ou fingem não entender...




Porque a arte é a única coisa que nos salva. De verdade.


The colour of money is BLACK.
RED is the colour of MONEY. MONEY. Entendeu ? Não ? Então esquece.




Go East. Life is peaceful there. Até parece.


Às vezes a experiência "família" é igual a experiência "ter filhos". Padecer no paraíso. É o que dizem por aí.


A pessoa certa, na hora errada, no lugar errado. Essa é uma das probabilidades. Meu anjo no Recife que o diga ;-)

Só você vê em mim
O que ninguém mais vê.
E o seu sorriso sincero.
Porquê ninguém mais sente como você ?

domingo, junho 06, 2004


Poxa, agora que a vida começa a ficar séria, eu fico cheio de saudades de todos ? Poxa, eu hein ! (suspiro)




Não vi o filme ainda, mas a fotografia de Eduardo Serra é linda ! Alguém sabe quando estréia aqui no Brasil ?

quarta-feira, maio 12, 2004


Esse sou eu. E essa é minha irmã.


Saudades de mamãe. E da família toda. O amor é muito maior do que a gente pensa que é. Amor incondicional. Saudades também da Brisinha.


Recomeço de blog ? Ainda não sei. Sei que descobri essa música ontem, é linda.

The Hounds Of Winter

Mercury falling
I rise from my bed
Collect my thoughts together
I have to hold my head
It seems that she's gone
And somehow I am pinned by
The Hounds of Winter
Howling in the wind

I walk through the day
My coat around my ears
I look for my companion
I have to dry my tears
It seems that she's gone
Leaving me too soon
I'm as dark as December
I'm as cold as the Man in the Moon

I still see her face
As beautiful as day
It's easy to remember
Remember my love that way
All I hear is that lonesome sound
The Hounds of Winter
They follow me down

I can't make up the fire
The way that she could
I spend all my days
In the search for dry wood
Board all the windows and close the front door
I can't believe she won't be here anymore

I still see her face
As beautiful as day
It's easy to remember
Remember my love that way
All I hear is that lonesome sound
The Hounds of Winter
They follow me down

A season for joy
A season for sorrow
Where she's gone
I will surely, surely follow
She brightened my day
She warmed the coldest night
The Hounds of Winter
They got me in their sights

I still see her face
As beautiful as day
It's easy to remember
Remember my love that way
All I hear is that lonesome sound
The Hounds of Winter
They harry me down

Tinha que ser dele.


Bom, nada como um pouco de romance, carinho e amor, agora, né ? Bem melhor.


O mundo não mudou nada. Ou mudou ?

Darkness at the break of noon
Shadows even the silver spoon
The handmade blade, the child's balloon
Eclipses both the sun and moon
To understand you know too soon
There is no sense in trying.

Pointed threats, they bluff with scorn
Suicide remarks are torn
From the fool's gold mouthpiece
The hollow horn plays wasted words
Proves to warn
That he not busy being born
Is busy dying.

Temptation's page flies out the door
You follow, find yourself at war
Watch waterfalls of pity roar
You feel to moan but unlike before
You discover
That you'd just be
One more person crying.

So don't fear if you hear
A foreign sound to your ear
It's alright, Ma, I'm only sighing.

As some warn victory, some downfall
Private reasons great or small
Can be seen in the eyes of those that call
To make all that should be killed to crawl
While others say don't hate nothing at all
Except hatred.

Disillusioned words like bullets bark
As human gods aim for their mark
Made everything from toy guns that spark
To flesh-colored Christs that glow in the dark
It's easy to see without looking too far
That not much
Is really sacred.

While preachers preach of evil fates
Teachers teach that knowledge waits
Can lead to hundred-dollar plates
Goodness hides behind its gates
But even the president of the United States
Sometimes must have
To stand naked
.

An' though the rules of the road have been lodged
It's only people's games that you got to dodge
And it's alright, Ma, I can make it.

Advertising signs that con you
Into thinking you're the one
That can do what's never been done
That can win what's never been won
Meantime life outside goes on
All around you.

You lose yourself, you reappear
You suddenly find you got nothing to fear
Alone you stand with nobody near
When a trembling distant voice, unclear
Startles your sleeping ears to hear
That somebody thinks
They really found you.

A question in your nerves is lit
Yet you know there is no answer fit to satisfy
Insure you not to quit
To keep it in your mind and not fergit
That it is not he or she or them or it
That you belong to.

Although the masters make the rules
For the wise men and the fools
I got nothing, Ma, to live up to.

For them that must obey authority
That they do not respect in any degree
Who despise their jobs, their destinies
Speak jealously of them that are free
Cultivate their flowers to be
Nothing more than something
They invest in.

While some on principles baptized
To strict party platform ties
Social clubs in drag disguise
Outsiders they can freely criticize
Tell nothing except who to idolize
And then say God bless him.

While one who sings with his tongue on fire
Gargles in the rat race choir
Bent out of shape from society's pliers
Cares not to come up any higher
But rather get you down in the hole
That he's in.

But I mean no harm nor put fault
On anyone that lives in a vault
But it's alright, Ma, if I can't please him.

Old lady judges watch people in pairs
Limited in sex, they dare
To push fake morals, insult and stare
While money doesn't talk, it swears
Obscenity, who really cares
Propaganda, all is phony.

While them that defend what they cannot see
With a killer's pride, security
It blows the minds most bitterly
For them that think death's honesty
Won't fall upon them naturally
Life sometimes
Must get lonely.

My eyes collide head-on with stuffed graveyards
False gods, I scuff
At pettiness which plays so rough
Walk upside-down inside handcuffs
Kick my legs to crash it off
Say okay, I have had enough
What else can you show me?

And if my thought-dreams could be seen
They'd probably put my head in a guillotine
But it's alright, Ma, it's life, and life only.

Gênio.



terça-feira, maio 11, 2004


Será que o blog já está aceitando acentos ?

sábado, janeiro 17, 2004


Soh digo uma coisa : Concorrencia desleal.

quinta-feira, janeiro 08, 2004


quando eu vi voce
tive uma ideia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num soh instante

basta um instante
e voce tem amor bastante

Amor Bastante - Paulo Leminski

quinta-feira, dezembro 18, 2003


Tudo eh a luta pelo poder.

quarta-feira, dezembro 17, 2003


Como uma flor, sou o sexo fragil, esperando pela sua gentileza, moca dos campos.


Nao voltei a blogar. Mas as coisas fazem cada vez menos sentido. Hoje fui ver uma peca baseada num texto do James Joyce. Foi bom ter saido com a Lalai, o Ro7, que e um amor e o Beto. Alias, a Elaine tem sido bem legal comigo. Obrigado, moca, so voce, mesmo...porque a gente vive num mundo onde as pessoas estao cada vez mais egoistas, e promessas de amizade nao valem mais nada, as pessoas ficam se escondendo, beliscando e soprando, beliscando e soprando. Nesse mundo, o que conta eh poder, manipulacao. Infelizmente. E quando a gente acha que pode contar com alguem, a gente percebe que as pessoas tem medo que a gente se aproxime delas. Nada mais triste uma pessoa ter medo de outra. E depois falam em amor ao proximo, em gentilezas. A unica gentileza eh a que fazem consigo mesmas. Sim, e Flavio Gikovate tem um texto muito bom sobre isso tudo. Lalai, eu te adoro, obrigado por tudo ! Se nao fosse a sua amizade, nao sei o que seria de mim.

E entao a gente percebe que eh, mesmo, no fundo, tudo uma questao de poder. Da luta pelo poder. A gentileza e a abertura que as pessoas dao para conhecer pessoas novas, so existe no cinema. Eh um produto. E entao, a mulher. Esse ser enigmatico que baba pelos piores tipos e depois acha que tem o direito de reclamar. Sao 90 por cento masoquistas. Acho que eh da natureza delas, coitadinhas, nao tem como lutar contra isso.

Quando eu digo que mulher nao presta...

domingo, outubro 19, 2003


E eu sei que ningu?m se importa mais. As pessoas falam que gostam de fazer amizades, que sao receptivas, que se importam. No fundo, ? cada um no seu mundo e ningu?m se importa...e esse ? o fim deste blog. I hope you fall in love with somebody like you.

domingo, outubro 05, 2003


E essa musica, que apesar de falar de um homem apaixonado, se abrindo com uma mulher, eu posto aqui no sentido da amizade. Eh mais ou menos o que venho sentido em rela�ao �s amizades, ou pelo menos, a tudo que se refere � amizades.

If I fell in love with you would you promise to be true,
And help me understand?
�Cos I�ve been in love before, and I found that love was more,
Than just holding hands,
If I give my heart to you,
I must be sure from the very start,
That you would love me more than her.
If I trust in you, of please,
Don�t run and hide,
If I love you too, oh please don�t hurt my pride like her.
�Cos I couldn�t stand the pain,
And I would be sad if our new love was in vain.
So I hope you see,
That I would love to love you,
And that she will cry when she learns we are two.
�Cos I couldn�t stand the pain,
And I would be sad if our new love was in vain.
So I hope you see,
That I would love to love you,
And that she will cry when she learns we are two.
If I fell in love with you.




Isso nao eh uma volta ao blog, apenas quero agradecer a Aninha pelo carinho, amizade e paci�ncia que tem tido comigo. Queria agradecer tambem as pessoas do bem, pq no final das contas, eh disso que o mundo precisa, sao essas as pessoas que fazem a diferen�a. Pe�o desculpas a Nane se falei alguma besteira e a Chris, que tem sido um amor comigo.

terça-feira, setembro 23, 2003


Eu nao me importo mais. Eu nao me importo mais. Eu nao me importo mais.



segunda-feira, setembro 22, 2003




Eu sei que vai ser bom, este. Vai ser muito bom.


O livido e certo eh que nao me amas. Nao.


Quando o cavalheiro (sim, assim mesmo) chegou ao castelo, nada viu. Nada viu porque nao havia nada para ver. Apenas uma caixa e um monte de doces vencidos no canto. O mel de seus olhos escorria. Um bravado : A luta ! A luta, aos que nao estao ainda preparados. Mil servos e capitaes correm loucamente. Na guerra, nao ha herois. E entao chega a hora em que as paginas come�am a virar. Elas viram porque o vento sopra. E quando nada acontece ? E quando tudo acontece ? Nao ha com o que se preocupar. Eh apenas um campo de batalha.


Posts aleatorios randomizados e uma letra quieta no cant






o.


Pra qu� ? Pra qu� ? Esse blog enlouqueceu. Enlouqueceu.

Diga-me, pra que serve uma profissao ? E pra que serve um amigo ? E pra que serve uma pergunta ?

sexta-feira, agosto 22, 2003


Bom, este post eh so pra avisar que estou me afastando deste blog por tempo indeterminado. Este sera o primeiro post de um desabafo. O segundo vira quando eu tiver vontade de escrever. Eu ainda nao sei se na verdade acabo com esse blog de uma vez por todas ou se o mantenho, na duvida, me afasto, vou ficar na minha e fazer outras coisas. Pode ate ser que me de vontade se voltar a escrever daqui a 20 minutos novamente, mas fica assim, sem regras pre-determinadas. Estive na balada e cada vez vejo que esse mundo ta perdido, mulheres que caem por caras exibicionistas, gente que nao se comunica por completo e saidas que ficam de acontecer e nao acontecem, tah todo mundo duro, sem grana, inclusive eu, enfim.

Pois eh, as mulheres. Nao tenho mais paciencia. Quando a gente acha que aconteceu a paixao ou a atra�ao fisica, a gente ve que as mo�as sao muito complicadas, nao sabem se ficam ou se vao. As pessoas parece que tem atra�ao por prazeres futeis. Tudo bem ter atra�ao por prazeres futeis, mas depois de um tempo, pq as pessoas nao querem mais compromisso ?

Por um lado agrade�o a todos os meus amigos e amigas, da internet ou fora dela, aos leitores carinhosos e educados e a todas as pessoas que conhe�o e sao muito gente boa. Carol e Lalai, agrade�o a paciencia e o carinho. E a todos que sao gentis e educados. Agrade�o tambem a Aninha, a Angelica, a Ana e a todo pessoal legal que eu falo da internet.

Fica aqui uma musica que acho bonita e uma que a letra, apesar de bem-humorada, fala que homem tem que deixar de ser bonzinho demais. Definitivamente mulheres nao gostam de homens bonzinhos. Que uma um dia me prove o contrario. Ate qualquer dia.

"Eu sou cruel" - Jorge Ben

Ela me deu o numero do seu telefone celular
Mandou que eu ligasse a qualquer hora
Essa nega eh gulosa, ela quer, de qualquer maneira,
Que eu a leve pra comer fora.

Ela nao sabe que eu sou cruel
Cruel, cruel.

Eu beijo, amasso, abra�o, eu amo
Acaricio, esfrego, arranho
Eu contemplo, enalte�o, eu adoro
Fa�o carinho, pego no colo,
Eu educo, dou status, dou satisfa�ao

Mas se desafinar
Dou puxao de cabelo
Dou beliscao
Dou puxao de orelha
Dou cutucao
Piso no pe, deixo com fome, nao telefono mais nao.


Preciso aprender esse negocio ai de ser cruel.

Outras letras e musicas legais :

"Strawberry Fields Forever" - The Beatles

Let me take you down
cause I'm going to strawberry fields
Nothing is real
and nothing to get hung about
Strawberry fields forever

Living is easy with eyes closed
Misunderstanding all you see
It's getting hard to be someone
but it all works out
It doesn't matter much to me

Let me take you down
cause I'm going to strawberry fields
Nothing is real
and nothing to get hung about
Strawberry fields forever

No one I think is in my tree
I mean it must be high or low
That is you can't, you know, tune in
but it's all right
That is I think it's not too bad

Let me take you down
cause I'm going to strawberry fields
Nothing is real
and nothing to get hung about
Strawberry fields forever

Always know sometimes think it's me
But you know I know when it's a dream
I think I know I mean, ah yes
but it's all wrong
that is I think I disagree

Let me take you down
cause I'm going to strawberry fields
Nothing is real
and nothing to get hung about
Strawberry fields forever
Strawberry fields forever
strawberry fields forever


New Order tambem eh legalzinho :

"Round And Round" - New Order

I just can't help thinking
What you've done to me
You built a wall of love and tore it right down
In front of me
And you think you know what's going on
You keep telling me that I am wrong
I don't care about what you do
'Cause if you mess with me I'll get rid of you

The picture you see is no portrait of me
It's too real to be shown to someone I don't know
And it's driving me wild
It makes me act like a child

You think I am crazy, but what can I do
You waste your time, like my money
It ain't so funny, but it's true
(Don't waste my money, baby)
Now you can't tell me what's going on
And that I am weak while you are strong
What is it you need, that makes your heart bleed
Do you really know? 'Cause it doesn't show

The picture you see is no portrait of me
It's too real to be shown to someone I don't know
And it's driving me wild
It makes me act like a child

The picture you see is no portrait of me
It's too real to be shown to someone I don't know
And it's driving me wild
It makes me act like a child



Vamos a outra musica, de outro artista que sempre tem um rock and roll legal

"Hope You Never" - Tom Petty and the Heartbreakers

I hope you never fall in love,
Hope you never get your heart broken.
I hope you never fall in love
With somebody like you.

I hope you never give a damn,
Hope you never lose your perspective.
I hope you never fall in love
With somebody like you.

And I wish you well.
I wish you everything and more.
Forgive my ignorance,
I was starting to ramble on and on.
Starting to ramble on and on.

I hope you never need no one
Hope you treasure your independence.
I hope you never fall in love
With somebody like you.

And I wish you well.
I wish you everything and more.
Forgive my ignorance,
I was starting to ramble on and on.
Starting to ramble on and on.

I hope you never give a damn,
Hope you never get your heart broken.
I hope you never fall in love
With somebody like you.

I hope you never fall in love
With somebody like you.

terça-feira, agosto 19, 2003


Elaine, te adoro ! Sua amizade eh especial ! Beijinhos ! E obrigado por tudo !


Ainda nao sabendo se vou continuar com o blog, fazendo o resumo do resumo, casamento lindo, festa excelente, selecao musical das melhores (Le Freak com Chic eh obrigatorio, assim como New Order), friozinho gostoso aqui em Sao Paulo, Woody Allen no cinema, que eu adoro, blog da Aninha e da Angelica, Elas por Elas e preferencias femininas (adoro mulheres com maos bem cuidadas, nuca e pesco�o feminino eh uma coisa e aqueles "buraquinhos" em cima do bumbum, na base das costas tambem sao de enlouquecer...ai, ai..quero me apaixonar...e dai que sexo por sexo eh delicioso ? O legal eh ter uma pessoa que seja amiga, companheira...por enquanto eh soh. Posso te mandar um e-mail, Angelica ? A Aninha ate agora nao respondeu o meu...:-(

sexta-feira, agosto 15, 2003


Sem inspira�ao pra escrever no blog...encontro que ia rolar e nao rolou...desanimado hoje...sei de mais nada. Nem se vou continuar com esse blog.

segunda-feira, agosto 11, 2003


Viagem para o Rio, Dia dos Pais legal, familia e saudades dos meus amigos aqui de Sao Paulo.

quinta-feira, agosto 07, 2003




Acho que so vou postar musicas que falem do meu mood no dia. E isso ai.


Got a good reason for taking the easy way out
Got a good reason for taking the easy way out now
She was a day tripper
One way ticket yeah!
It took me so long to find out
And I found out

She's a big teaser
She took me half the way there
She's a big teaser
She took me half the way there now
She was a day tripper
One way ticket yeah!
It took me so long to find out
And I found out

Tried to please her
She only played one night stands
Tried to please her
She only played one night stands now
She was a day tripper
Sunday driver yeah!
It took me so long to find out
And I found out

Day tripper, day tripper yeah!
Day tripper, day tripper yeah!

quarta-feira, agosto 06, 2003


Obrigado pelo carinho, Elaine ! T� com saudades de voc� e de todos ! E ontem, o papo foi muito legal, Carol Cintra ! E nao esquece, viu ? Ajuda o seu colega, aqui, por favor ! Beijinhos !

terça-feira, agosto 05, 2003


Que saudades de algumas pessoas...e gripe. Gripe, de novo.

segunda-feira, agosto 04, 2003


Rebeca, muito obrigado pela confian�a e carinho, voc� � uma amiga muito gente boa ! Obrigado, MESMO ! E sim, o discurso no dia do seu aniversario foi MUITO lindo !

domingo, agosto 03, 2003


As vezes mesmo juntos de alguem podemos nos sentir sozinhos. Quero me apaixonar de novo...

sábado, agosto 02, 2003


Ouvindo : David Bowie - "Jump They Say"




Adoro Woody Allen !


E hoje eu sonhei de novo com a Andrea, a que virou dentista. Caramba, eu gostava dela, mas sonhar com ela at� hoje ? Alem do que, a gente nao tem mais contato e acho que ela se casou !


Tenho lido bastante o blog da Aninha (e da Nana) e sei que ela gosta do Joao Ximenes Braga, colunista de O Globo do caderno Ela. Em sua mais recente coluna publicada, ele fala das "homonoicas", mulheres que parecem ter medo de que o "novo homem sensivel ou vaidoso" demais, seja gay. Varias teorias sao discutidas, como a ja conhecida "Freudiana" auto-sabotagem ou a simples vontade de reclamar de tudo, inclusive do tal "novo homem sensivel". A coluna esta bem legal, vale a pena dar uma lida ! Eu, apesar de nao ser homossexual, sou um homem sensivel e vaidoso, sim, apesar de estar longe de padroes de beleza, enfim rs. Tenho meus defeitos, obviamente, mas sempre me incomodou o fato de que algumas mulheres parecem nao ter no seu imaginario a percep�ao necessaria de que homens sensiveis tambem t�m vontade de pega-las e "faz�-las mulher", independente do fato de essa expressao ser muito brega. Porque as pessoas nao tentam enxergar alem das apar�ncias ? Porque as mulheres, apesar de querer um homem "carinhoso, sensivel e atencioso", t�m medo dessa sensibilidade, desse afeto ? Ai eu me pego na questao "freudiana" de sempre : Afinal, o que querem as mulheres ?

sexta-feira, agosto 01, 2003






Esse cara eh pra mim um dos melhores diretores de videoclipes. A fotografia dele eh muito legal !


E ontem fui dar uma forcinha � minha amiga Elaine e correu tudo bem, ainda bem. Elaine, te adoro ! Obrigado por tudo ! Quero mandar um beijo pra Aninha, pra Ig, pra Kel, pra Lu@ Clara e tamb�m pra Tha ! Espero que voc� esteja melhor, mo�a !

quinta-feira, julho 31, 2003


E obrigado tamb�m � Kel e � IG, pelos comentarios ! Beijinhos !




"All you need is love...love is all you need..."

Sempre que eu ou�o o John Lennon cantar "Jealous Guy" eu fico arrepiado. Quando passa o clipe, entao, meus olhos quase se enchem de lagrimas. Podem dizer tudo dele, mas que ele era um cara inteligente, sensivel, com um humor peculiar (mas eh humor rs), talentoso, com for�a de vontade e corajoso, ninguem pode negar. Mas ouvir "Jealous Guy" eh impressionante. A voz, a melodia, o cara ali, se mostrando pro mundo e se declarando pra Yoko (que eu gosto (como personalidade polemica, nao como cantora) e sei que tem muita gente que torce o nariz, alguns soh porque ela eh japonesa. Preconceito ridiculo). Dizer tambem que ela "acabou" com os Beatles eh exagero. Eh claro que a presen�a dela incomodava um pouco os outros tres, mas o grupo jah estava chegando ao final de qualquer jeito. Paul, o "musico" do grupo, queria continuar e estava meio que "liderando" o grupo em sua fase final. George nunca de fato se interessou pela "fama". Ringo segurava as pontas. E John queria realizar outras coisas em sua vida. Queria ser mais que um "beatle".

terça-feira, julho 29, 2003


Ah sim, Lu@ Clara, tentei deixar comentarios no seu blog, mas nao consegui. Muito obrigado pelo carinho ! Beijinhos pra ti ! E cade voc�, Aninha ? Saudades. Saudades de ti tambem, Lalai !


Quero agradecer � Carol Fofys que me linkou, � Lu@ Clara, pelo carinho, e � Bea, pela paci�ncia e pelo tour virtual por Londres ! Voc�s sao uns amores ! Muito obrigado ! Beijos !


Teste


Sei la..

domingo, julho 27, 2003


Sempre que eu ou�o "A Day In The Life" fico achando que a voz do John Lennon nesta grava�ao eh lindissima. E realmente eh. Beatles eh sempre atual. A maioria das musicas que eles fizeram parece que foi lan�ada ontem. Eh impressionante sua atemporalidade.


Ontem a Elaine me convidou para tomar um cafezinho aqui perto e foi otimo ! Batemos papo, foi mais tranq�ilo, e adoro sua companhia. E interessante porque antigamente eu tinha a impressao que ela era uma pessoa mais "fria", que nao gostava de falar sobre as coisas da vida...e hoje eu sei que por tras dessa apenas aparente "frieza", ela eh uma das melhores amigas que tenho, alem de ser inteligentissima e super sincera ! Obrigado, mo�a !

sábado, julho 26, 2003


T� carente...


Nao tem coisa melhor que dar beijinhos em uma mulher que a gente goste, ame ou sinta atra�ao fisica, de abra�a-la por tras e esquenta-la, protege-la, fazer cafune. Pena que as mulheres (a maioria) so se interessam por aqueles caras metidos e que nao tem um pingo de sensibilidade.


Como eu amo essa banda...




Outro dia sonhei de novo com a Andrea, que estudou comigo em boa parte do primeiro e segundo graus, na escola. Eu achava ela linda ! Hoje tudo que sei e que ela se tornou dentista. Alias, ja me apaixonei por duas meninas que se tornaram dentistas.

sexta-feira, julho 25, 2003




Esta acontecendo alguma coisa com o meu sistema de comentarios, ja que o post abaixo acusa ter 3, mas quando se abre a janela para ver, so ha um comentario.

Elaine, saudades ! R�, te adoro !

quinta-feira, julho 24, 2003


Hmmmm, acho que "primaveril" foi demais, ne...rs




Em 1992, um ano depois que o R.E.M. lan�ou o disco "Out Of Time", que foi sucesso de critica e de publico e ainda tornou o grupo popular (em se tratando de R.E.M. nao sei qual termo usar, ja que o grupo sempre teve um grupo seleto e muito especifico de fas aqui no Brasil) no Brasil e no mundo com o hit "Losing My Religion", o R.E.M. consegue se superar e lan�ar o melhor disco de sua carreira, o impressionante e minimalista "Automatic For The People". O disco, que ia se chamar "Nightswimming", teve seu nome inspirado numa lanchonete em Athens, Georgia, sua terra natal. Mike Mills explicou, na �poca : "Automatic For The People" porque achamos que eh um disco que o publico vai colocar, ouvir e gostar, de imediato."
Nao foi tao imediato assim, e o primeiro single, da musica "Drive", seria minimalista e acustica demais para agradar a gregos e troianos. O single chegou a fazer algum sucesso, mas depois do pop "facil" de hits como "Shiny Happy People" e "Losing My Religion", a musica nova era muito diferente de tudo.

Eu adoro este disco, que talvez tenha se tornado mais conhecido do publico por causa da lindissima "Everybody Hurts" e da inspirada "Man On The Moon", na qual Michael Stipe, em apresenta�oes ao vivo, personifica o comediante Andy Kauffman imitando Elvis Presley.

A musica que abre o album, "Drive", com seu clima folk e orquestrado por ninguem menos que John Paul Jones (ex-baixista do Led Zeppelin) ganha for�a nas guitarras de Peter Buck e no verso "Hey, garotos, "rock and roll", ninguem lhes diz para onde ir". Destaque para o baixo pulsante de Mike Mills em "Ignoreland" e nas duas ultimas faixas do disco : "Nightswimming", uma balada ao piano quase "zen" e "Find The River", com refer�ncias � nomes de flores e primaveril. Lindo disco !


Acho que vou abrir um espa�o aqui pra falar de alguns dos meus discos favoritos de todos os tempos. Vamos ver no que da.


Elaine, voc� � muito querida, obrigado pelo e-mail ! Beijinhos, mo�a !


Bea, obrigado pelos comentarios !

quarta-feira, julho 23, 2003


Bom, a gripe continua e eu aqui, mole por causa deste resfriado..Concordo com umas pessoas que falam que quando fica doente, "homem" fica tudo fraquinho. E verdade. A mulher � muito mais forte do que nos, homens, quando pega uma gripe ou resfriado.

Mas eu nao ia falar disso...

Alias, eu nem sei do que ia falar...ontem passou um documentario no Multishow sobre uma das minhas bandas favoritas, o R.E.M.. Sempre gostei desses caras, musicos versateis e bem "performaticos". Alias, a musica do R.E.M. me passa uma sensa�ao unica de "musica sensivel". O que o Michael Stipe escreve �s vezes parece non-sense, mas dado o "clima" da musica, passa a fazer sentido. Ja li entrevistas em que ele disse que no come�o da carreira do R.E.M., ele nao escrevia nada, nao eram bem "palavras", mas "murmurios", "sons" e foi assim que eu aprendi a gostar do R.E.M. (apesar de saber que sim, todas as musicas t�m letras em ingles legivel). Na verdade, acho que muito do que o Michael Stipe fala eh tambem pra criar um ar de "misterio" em torno de sua personalidade e em torno do significado de suas musicas. Apesar de achar os ultimos dois discos da banda apenas "bons" se comparados aos excelentes "Green" e "Automatic For The People", os caras sao muito bons.

segunda-feira, julho 21, 2003


E a gripe continua...




Achei esse filme muito charmoso.

domingo, julho 20, 2003


Achtung Baby' e um disco bem "europeu". O que ficou da experi�ncia e da incursao na musica americana, de trabalhar com pessoas como Roy Orbinson e B.B. King ?

Uma palavra: Ritmo. Que � o "sexo" da musica. Voc� aprende bastante vendo algu�m como B.B. King tocar e todos aqueles primeiros discos de R&B. Era disso que precisavamos, creio. E o peda�o do quebra-cabe�as que faltava para o U2. E um lugar diferente para se encontrar a mat�ria prima do novo material. Voc� nao pode escrever musicas sobre sexo se voc� nao tem isso na sua musica.




Gripe.



quinta-feira, julho 17, 2003


Pois e, roubaram o toca-fitas do meu carro essa semana, la na Brigadeiro. Provavelmente o meu antigo toca-fitas ja deve estar sendo vendido na 25 de Mar�o. So que ainda empenaram a porta do meu carro. Se eu soubesse teria deixado as chaves. Da. Mundinho de merda.

segunda-feira, julho 14, 2003


Estava lendo no Jornal hoje as declara�oes do presidente Lula, que fez duras criticas aos EUA e ironizou "Se tem uma coisa que admiro nos Estados Unidos � que primeiro eles pensam neles, em segundo neles e em terceiro neles tamb�m. Se sobrar tempo, pensam um pouco neles outra vez", ironizou, arrancando risos e alguns aplausos da plat�ia. "Como t�m hegemonia militar, tecnologica e econ�mica, se afastam mesmo, com medo de que todo mundo que se aproximar va pedir dinheiro." Tudo bem que em politica todo o cuidado � pouco, mas acho que ele fez certo. O meu medo � que o risco Brasil volte � subir. E tomara que o dolar continue caindo...


E Rebeca, muito obrigado por tudo e parab�ns, menina ! Voc� � mais uma amiga especial ! Beijinhos !


Aninha, obrigado pelo link ! Espero que esteja tudo bem com voc� ai em Nova York ! Beijinhos saudosos pra ti tambem ! Tudo de bom !


Lalai, pois e, t� meio sem inspira�ao, mas ja ja volto a postar como antes. Estive la no Massivo no Sabado e nao se preocupe, essas coisas acontecem e al�m do mais voce eh muito legal pra ficar encanada com essas coisas. Desencana...aconteceu isso dessa vez, mas da proxima vai dar tudo certo e vai ser muito melhor ! Beijinhos e saudades !


O Juzinha, eu tambem estou com saudades de voc�, passei no seu blog e deixei um comentario ! Saudades da Bia tamb�m ! Beijinhos !




sexta-feira, julho 11, 2003


Ouvindo Eric Clapton - My Father's Eyes


E friozinho...



Friozinho gostoso em Sao Paulo...� bom que da pra fazer aquele tipo de programa que eu gosto de fazer no frio, ou seja, tomar um chocolate quente com os(as) amigos(as), ficar abra�adinho com quem a gente gosta e passear sem sentir aquele calor infernal que deixa a pessoa suada logo que sai do banho. Eu adoro o frio. Eh claro que nao exagerado, mas calor � muito ruim...calor so � bom na praia, na piscina, embaixo do chuveiro ou no ar-condicionado (mas dai nao � mais calor, n�, da). No frio a unica coisa ruim � que dah mais pregui�a.

quinta-feira, julho 10, 2003



segunda-feira, julho 07, 2003


Na sexta, barzinho em Pinheiros, no sabado, cinema e no domingo, barzinho lah na Vila Mariana com clima bem agradavel.

sexta-feira, julho 04, 2003


Ontem, que beijo gostoso...

quinta-feira, julho 03, 2003


Ontem eu fui ao cinema com a Elaine e a Petula ver o tal do Hulk. Foi bom sair com elas, conversar um pouco, ver gente conhecida, mas o filme eu achei muito ruinzinho. Era impossivel nao lembrar do Shreck quando via o monstro verde na tela e dai eu so conseguia rir muito quando via o heroi digital...fala serio, o Ang Lee ja fez filmes tao bons, nao sei como ele aceitou filmar esse...como e sempre o dinheiro que manda, ne...nao sejamos hipocritas. Mas foi bom pra rir, encarei o filme como se fosse um filme trash ou um filme B. Monstro verde por monstro verde o meu preferido ainda e o Shreck.

Pessoal que eu to devendo e-mail, nao se preocupem, devo responder os seus e-mails o mais breve possivel. Paciencia, please, galera. Eu sou muito enrolado. Beijinhos a abra�os pra todos.

E obrigado pelos comentarios, Juzinha prima querida e Funny !

terça-feira, julho 01, 2003




Ontem minha amiga Elaine me convidou para tomar um cafezinho aqui na Dona Deola. Foi legal, mas ela estava super eletrica. Mostrei as fotos da viagem pra ela e conversamos bem pouco, nao deu muito tempo pra conversar legal. Esses dias to meio "fora" do "clima".

Juzinha, prima querida, eu te amo !!! Foi muito bom te rever e ter ido pra Coiteh com voc� !

segunda-feira, junho 30, 2003


Putz, acabei de constatar que paguei um mico muito chato na festa da minha amiga Elaine, no Sabado. E tamb�m acho que da pra refletir muito sobre certas coisas. Queria pedir desculpas, mas tambem, nao estava no meu melhor dia. Tinha acabado de chegar de viagem e acho que a minha cabe�a estava em outro lugar no dia da festa. Estava cansado e um pouco chateado, tambem. Sem contar que sou MUITO distraido. Obrigado, Joao, voce tem me feito refletir muito, tambem ! Adoro voces ! Putz, to me sentindo um avestruz...rs

domingo, junho 29, 2003


E hoje ainda falei com o Joao e com a Renata. Obrigado, Joao. Chamei a Renata para ir ao cinema mas ela nao pode ir. Renata, estou torcendo por voce, viu ? Ah sim, fui ver "O Homem Que Copiava", finalmente. Achei o filme bem mais ou menos. Come�a bem, com um ritmo interessante, boas interpreta��es de Pedro Cardoso e Leandra Leal, boa premissa, mas perde um pouco na interpreta�ao do Lazaro Ramos, que eh um excelente ator, mas parece "diminuido" neste filme. E a Luana Piovana parece fazer o papel dela mesma. E ontem ainda falei com a Si, que nao falava ha um bom tempo.


Bem, aqui estou de volta, mas nao sei se vou levar o blog adiante mais. Na ultima semana estive na Bahia visitando a minha querida avo, fui no Sabado passado e voltei ontem, de aviao. Fui eu, meu pai, minha mae, Dalva e meu primo Hugo. Chegando em Salvador, pegamos carona com dois "taxis" de lah ate Coite. 3 horas de viagem ate a casa de minha avo. Revi meus primos, Ju, Joao Paulo, Ernesto, Cristiano e Mauricio e conheci suas respectivas noivas e mulheres. Revi minha tia, minha avo, que fez aniversario no dia de Sao Joao. Brinquei com as filhas de Thennyson, Emily e Talita. Teve festa no dia de Sao Joao, aniversario de minha avo, a festa foi otima, sai quase todos os dias a noite la. Conheci duas meninas que meu primo falava na internet, Sinizia Ainsworth (!) e Sigeane, duas irmas e a amiga delas, Marcela. Conversamos alguma coisa, eu tentei ficar com uma menina numa festa de Sao Joao em Serrinha, uma cidade que fica a 30 minutos de Coite, mas nao rolou porque ela disse que ia ficar com a consciencia pesada, porque tem um carinha em Salvador que ela fica e tal e bom, pelo menos eu tentei. Pedi um beijo e ela veio com essa historinha. Entao vai passear. Pelo menos aprendi forro. Dancei muito. Voltei de Serrinha de onibus velho para Coite. Vim a viagem toda fazendo cafune na menina. Eu dou carinho, mas receber que eh bom...tah foda, viu. No outro dia, saimos a noite para outra festa de Sao Joao lah em Riachao, outra cidade proxima. A festa estava otima, pena que choveu um pouco. Conheci Bia, a amiga da minha priminha querida. Bonitinha, mas ainda apaixonada pelo ex-namorado. Um papo bom, simpatica, a menina. Chamei duas meninas para dan�ar e nada. Tambem, nunca as tinha visto antes. Pelo menos tentei. Fui ate Salgadalia, uma cidade proxima de Coite que tem uma interessante esta�ao de trem. Tirei umas fotos de Fotojornalismo, meu primo Joao Paulo me ajudou, com a carona. Fiz muito carinho na minha prima Ju e descobri que sou mais carinhoso que imaginava. Ela tambem foi super carinhosa comigo. Obrigado, prima, voce eh um amorzinho !!! Saudades, Juzinha..! Na quinta-feira teve a festa do lan�amento do livro biografico do meu avo, que foi prefeito da cidade, esoterico, fabricante de vinagre, homem de teatro e filosofia e administrador ! A festa foi a melhor de todas lah ! Foi no Centro Cultural da Cidade (que tem uma media de 70 mil habitantes), meu primo filmou e eu fotografei o evento. Ainda tinha a TV Cultura de lah cobrindo o evento e filmando tudo. Foi emocionante, o discurso de meu pai foi lindo e foi lindo tambem porque a familia toda estava lah, menos a minha irma, que ficou no Rio porque tinha que estudar. Todo mundo super emocionado, meu pai, minha avo, meu tio, minha mae, todo mundo que estava presente no evento. Finalmente conheci Heliana, a L�ra, linda. Assistimos "Estrada para a Perdi�ao" (eu assisti a terceira vez) e eu fiquei fazendo carinho nela enquanto estavamos deitados vendo o filme. Ela gostou, mas quando eu pedi um beijo ela disse que fica sem gra�a. Ah, entao vai embora que eu nao tenho paciencia com mulher que nao sabe o que quer. Eu soh dou carinho. Receber que eh bom...nada. Entao que se dane. Fiquei chateado com isso, mas quem tah perdendo eh ela. Entao, paci�ncia. Ela ficou de passar lah na casa de minha avo de novo, mas furou. Eu definitivamente nao tenho paciencia com mulher que nao sabe o que quer. Soh conheci uma mulher assim, que foi a minha ex-namorada. Mulher decidida eh outra coisa. Eh muito mais mulher. Ah sim, no dia da cerimonia do lan�amento do livro, revi outros primos e parentes meus e do meu pai. Revi a minha prima linda Maria Clara, como ela eh linda..tinha que ser minha prima. Prima de segundo grau. Trocamos e-mails e combinamos de nos correspondermos e nos vermos novamente. No Sabado, aquela coisa, todo mundo se despedindo, saudades, detesto despedidas. Mas a viagem foi otima e melhor do que ficar ou nao com uma mulher eh ver a minha familia unida e ter o carinho das pessoas que a gente ama, obviamente. Conheci a amiga de meu primo, Nane, que foi simpatica comigo, tambem. Na viagem de ida confesso que fiquei um pouco ansioso, mas tambem, havia algum tempo que nao viajava de aviao. Depois, foi muiiiiito tranq�ilo. Meu primo, Dalva e minha mae foram para o Rio e eu segui viagem com meu pai para Sao Paulo e aqui estou novamente.

Cheguei em casa, arrumei a mala, fiz um lanche, liguei para a Lalai e para o Joao, que me convidaram para a festa do fetiche. Me perdi para achar o local da festa, mas consegui chegar. A festa era a fantasia, mas eu fui de fotografo virtual da Matrix ou o que quer que isso signifique. O pessoal aqui em Sao Paulo leva esse negocio de festa a fantasia a serio ! Tinha cada figura la...Revi mais gente, o Joao, a Lalai, o Thiago, o Luis e o namorado dele, a Dani (amiga do Alcides), o Alcides, a Vanessa, a Petula e o namorado dela. O Joao me apresentou duas primas dele, mas as meninas sao de Minas Gerais. Nem pensei em nada porque esse negocio de namorar ou ficar com alguem que nao mora na minha cidade nao rola. Conheci uma amiga da Elaine e da Petula, Janaina, muito linda. Dancei um pouco com ela, mas nao senti muita receptividade. Tentei ate chegar nela, mas acho que ela nao gostou muito, ficou assustada. Uma pena, pois a menina eh muito linda. Falei com o Joao, que foi muito legal comigo e com o namorado da Petula, pedi para eles avisarem a Lalai que eu estava indo embora. Sai de fininho, ontem nao estava no meu dia. Voltei para casa as 3:30 da manha decepcionado com essas mulheres. A Janaina chegou a comentar com a Petula que achou um cara bonitinho, mas depois que o viu beijando outro homem, viu que nao rolaria nada.

As mulheres procuram beleza fisica...essa eh a verdade que ninguem tem coragem de admitir. Detesto gente hipocrita que fala que isso nao importa. E claro que importa. Todo mundo quer alguem bonito(a). O fato eh que as pessoas que nao t�m aquela beleza plastica, so arrumam pessoas que nao t�m essa beleza plastica. E as pessoas que t�m essa beleza plastica conseguem namorar, casar, noivar com as pessoas que t�m a MESMA beleza plastica, essa eh a verdade. Feios(as) ficam com feios(as) e bonitos(as) ficam com bonitos(as). Essa eh a ra�a humana, que de humana tem pouca coisa. Que se dane, eu nao tenho paciencia pra esse tipo de pessoa. Enfim, voltei um pouco desanimado. Mas foi bom rever a Elaine, o Joao, o Alcides e todo o pessoal.

sexta-feira, junho 20, 2003


Como estou ansioso...queria um colinho...


E hoje eh tambem o aniversario de uma ex-namorada minha, que foi a mais compreensiva, a mais querida, uma pessoa muito legal. Nao tenho mais contato com ela pq ela saiu de casa para morar fora, mas desejo a voc�, Roberta, tudo de bom e que esteja feliz. Muito obrigado pelo seu carinho. Parabens, mo�a ! Estou carente...rs Mas eh verdade.


Nao costumo blogar fora de Sao Paulo, acho esquisito, mas aqui estou do computador da minha irmazinha no Rio de Janeiro, soh para dar um ola. Quero agradecer aos meus(minhas) novos(as) leitores(as) pelo carinho, compreensao e me desculpar se pareci muito ansioso nos e-mails que trocamos. Preciso aprender a ser menos ansioso, mas garanto que os e-mails que mandei foram escritos com todo o carinho ! Muito obrigado !

segunda-feira, junho 16, 2003


Sei la...rs...




John Cusack e Molly Parker




Ontem, Domingo, foi aniversario da minha amiga Renata, que eu jah nao via ha muito tempo. Falei com o Joao, tamb�m, a gente combinou de TALVEZ irmos ao cinema, mas ficou tarde e nem rolou. Fui lah pra Aclima�ao para o aniversario de minha amiga e voltei �s 10 da noite, quase...Conheci um pessoal muito simpatico, conheci o namorado canadense da Renata, parece ser gente boa, conheci alguns amigos e amigas do coro do qual ela participa. O pessoal toca muito, nossa...cheguei la tinha um amigo dela, o Fabio, no sax e um outro que esqueci o nome agora, no piano. At� Dave Brubeck rolou ! Time Out ! Take Five ! Estava com saudades da Renata, ela � tao legal comigo...Ela me apresentou duas mo�as que moraram com ela na �poca da faculdade, a Rita e a Simone. Muito simpaticas, as duas. Conversei bastante com a Rita, mas como sou timido, nunca sei se agrado. Eu tenho que parar com essa mania de querer agradar todo mundo..rs Mas que foi bom conversar com elas foi. As duas sao bem simpaticas..teve bolinho e eu comi um peda�o...ha quanto tempo eu nao colocava um a�ucar na boca...rs Amo doces...so nao posso abusar...Depois ainda fiz questao de deixar as meninas no metr�, na Paulista. Ja to com saudades...acho que me senti um pouco carente, talvez seja isso...rs Voltei pra casa, ainda falei com o meu amigo Joao, que sempre me da umas dicas legais. Obrigado, Joao ! Obrigado Renata ! Um pouco de estresse aqui em casa...al�m do mais minha mamae voltou para o Rio e eu ja to com saudades...rs...espero poder ajudar o meu pai logo. Ai, ai...rs

domingo, junho 15, 2003


E hoje eh aniversario da minha amiga Renata ! Parabens, mo�a ! Gosto muito de voce, apesar de a gente nao se ver muito ! E quem disse que ver todo dia alguem eh prova de amizade ? Eu gosto de voce e pronto ! Parabens, saude e tudo de bom, viu ?!? Saudades...




Hoje ja eh Domingo, mas vou tentar fazer uma retrospectiva do final de semana. Na sexta-feira a noite fui com meus pais e os amigos deles fazer um lanche no Piratininga, la na Vila Madalena. Eu adoro o lugar, rola um jazz ao vivo, mas eh mais o lugar para levar a gatinha quando se esta namorando, porqu� eh bem pequeno e romantico lah. Eu ja havia combinado com uma colega minha da Panamericana que iria no show que a banda do namorado dela ia fazer num lugar chamado "Kameron", tambem na Vila Madalena. Voltei do Piratininga, foi o tempo de eu arrumar umas coisas aqui e voltei lah para a Vila Madalena. Chegando no "Kameron", falei com a Rebeca e com o namorado dela, ela me apresentou umas amigas lah, mas tudo com namorado. Foi legal prestigiar e ela tem sido bem legal comigo soh de me convidar, entao nao custa nada eu ir lah prestigiar a banda do namorado dela. Tocaram umas musicas legais, outras nem tanto. Detesto o chamado "Nu Metal". Nunca gostei. Gosto de Beatles, R.E.M., Blur, U2, essas bandas...a amiga que ela me apresentou lah come�ou a namorar na quinta-feira, no dia 12, entao nem rolou nada e nem acho que ia rolar, nao faz muito o meu tipo. Sei la, eh um pessoal bem mais novo que eu. De qualquer modo, gente legal eh sempre bem vinda. Voltei pra casa ainda cedo, com os ouvidos doendo, eles tocam direitinho, mas alto demais, nossa...

Sabado

Sabado eu jah tinha combinado de ir ao cinema com o Joao e de passar lah na Pra�a Benedito Calixto e tambem tinha dado a sugestao de a minha amiga Elaine vir almo�ar aqui em casa e conhecer meus pais. Eu tambem estava contando em fazer umas fotos de culinaria num restaurante, mas nem rolou. Enfim, eu e o Joao nos falamos pelo telefone, eu fui pegar a Elaine em casa e ela finalmente viu o apartamento arrumado e conheceu meus pais e os amigos dos meus pais. Acabou que o almo�o saiu tarde e nao consegui falar com o Joao para avisa-lo que o cinema teria que ser mais tarde, mas nao consegui falar com ele. Fiquei meio chateado porque acabei dando o cano nele sem querer. Fui para a casa da Elaine e assim que conseguimos falar com o Joao, que jah tinha visto o filme a tarde, ele passou lah na casa da Elaine com a mae dele. Ficamos vendo as fotos da Lalai, muiiiiiito legal, ela conhece um monte de gente, obrigado Elaine e Joao por serem tao legais comigo ! Depois voltei pra casa, porque a Elaine ainda ia sair com o Thiago. O Joao combinou comigo e com a Laura de irmos no Terra Madre. Rolou um estresse aqui em casa. Detesto que nao acreditem em mim. Fiquei meio angustiado, um pouco sentido, mas acho que eh crise e passa logo. Espero que fique tudo bem. Mas a namorada que eh bom, dificil...Enfim, fui meio triste para o Terra Madre encontrar o Joao e a Laura. La a gente conversou e eh legal que o Joao deu um super apoio, a Laura chegou logo depois e o lugar come�ou a ficar animado. O Luis apareceu lah com um amigo e duas amigas e o Joao ligou para a Lalai ir para lah. A Elaine chegou com o Thiago e juntou um pessoal legal. Dancei muito, o DJ acertou em muitas musicas legais, mas depois foi ficando chatinho. A Elaine resolveu ir embora e todo mundo resolveu ir embora, tambem. De fato estava ficando chatinho. Ela foi embora com o Thiago, eu ainda conversei um pouco com o Joao, a Laura e o Luis e depois cada um pegou seu carro e foi embora. Muito obrigado Joao e Laura, Luis, pela companhia, voces sao muito legais. Voltei pra casa jah com saudades da night de ontem e de todos.

sexta-feira, junho 13, 2003


Ah sim, este eh o blog da minha irma. Apesar de a gente nao ter nada a ver nem fisicamente nem os gostos, eu gosto muito dela ! E la tem uma foto dela e uma foto da Brisinha !


Ah sim, Elaine, obrigado pela campanha ! Beijinhos !


Sha la la la la la la la hmmm ah-han
I was down at the New Amsterdam
Staring at this yellow-haired girl
Mr. Jones strikes up a conversation
With this black-haired flamenco dancer
She dances while his father plays guitar
She's suddenly beautiful
We all want something beautiful
I wish I was beautiful

So come dance this silence down through the morning
Sha la la la la la la la yeah hmmm ah-han yeahh
Cut up Maria!
Show me some of that Spanish dancing, and
Pass me a bottle, Mr. Jones
Believe in me
Help me believe in anything
Cos I want to be someone who believes
Yeahh

Mr. Jones and me
Tell each other fairy tales, and
Stare at the beautiful women
"She's looking at you.
Ah, no, no, she's looking at me."
Smiling in the bright lights
Coming through in stereo
When everybody loves you,
You can never be lonely


I will paint my picture
Paint myself in blue and red and black and gray
All of the beautiful colors are very very meaningful
Oh you know grey is my favorite color
Ahhh I felt so symbolic yesterday
If I knew Picasso
I would buy myself a gray guitar and play

Mr. Jones and me
Look into the future
Yeah stare at the beautiful women
"She's looking at you.
Uh, I don't think so.
She's looking at me."
Standing in the spotlight
I bought myself a gray guitar
When everybody loves me,
I will never be lone�ly
I will never be lonely
So I'll never gonna be
Lone...ly
I want to be a lion
Yeah everybody wants to pass as cats
We all want to be big big stars,
But we got different reasons for that
Believe in me
Cos I don't believe in anything
and I want to be someone to believe,
To believe,
To believe
Yeeeaahh

Mr. Jones and me
Stumbling through the barrio
Yeah we stare at the beautiful women
"She's perfect for you,
Man, there's got to be somebody for me."
I want to be Bob Dylan
Mr. Jones wishes he was someone just a little more funky
When everybody loves you,
Oh! Son, that's just about as funky as you can be


Mr. Jones and me
Staring at the video
When I look at the television, I want to see me
Staring right back at me
We all want to be big stars,
But we don't know why and we don't know how
But when everybody loves me,
I'm going to be just about as happy as I can be
Mr. Jones and me,
We're gonna be big stars�





Entao, ontem foi noite de Dia dos Namorados. Algumas boates aqui em Sao Paulo fazem aquele esquema de balada para solteiros se arranjarem. E la fui eu para uma balada dessas la no Nias, em Pinheiros. Chego la as 11:30, a balada ainda esta um pouco vazia. Pe�o um drink e me posiciono estrategicamente proximo ao balcao e a pista de dan�a. Fico observando se chega alguma menina interessante. Nada. Ate que uma meia hora depois chegam uma menina, a amiga dela e um japones com elas. A menina de blusa preta e cal�a preta baixinha � bonitinha, cabelos pretos, branquinha, uma pintinha no rosto. A musica rolando e a essa altura eu ja estou dan�ando timidamente. Continuo a dan�ar e me aproximo da baixinha, que se distanciou um pouco da amiga e do japones. Fico dan�ando perto dela e como eh O HOMEM QUEM TEM QUE CHEGAR (regras ridiculas, blah) NA MULHER, me aproximo e se da o seguinte quase-monologo :

Eu : Oi ! Qual o seu nome ?

Ela : Barbara.

Eu : Voc� � muito bonita, Barbara.

Barbara : Obrigada.

Eu : Voc� esta sozinha ?

Barbara : Estou esperando o meu namorado.



Penso, nossa que clareza tem essa menina. Sei, sei, acredito. A menina nao parecia estar esperando o namorado por** nenhuma. Mas tudo bem, se ela quis me dar o fora assim, ta bom, paciencia. Ela nao sabe o que esta perdendo. Mas dai bate um pensamento logico. Mas e CLARO ! Ela � do sexo feminino, uma mulher, ohhhh, sendo assim, qualquer coisa se espera. Inclusive respostas logicas e coerentes. Ela foi para uma balada de solteiros e solteiras e estava esperando o namorado. E logico ! Como nao pensei nisso antes ?

Volto pra casa as 1:30 da manha.

Ja to perdendo a paciencia. Mulher e foda, mesmo. As mulheres nao dao sinais ! A pessoa fica na mesma. Ajuda muito, isso..Ah, vai a merda. A gente estuda, le livros, se informa, le o jornal, vai pra academia malhar pra ficar gostosinho, e educado para ser um principezinho que e sensivel, ouvinte, atencioso, carinhoso pra provavelmente um orangotango escroto chegar na menina depois e falar assim "E ai, gostosa ?" e ganhar a mulher. Vai a merda, sexo indecifravel.


Bom, parece que o Blogger nao colabora mesmo com a acentuacao dos posts. Ja que � assim, entao vai sem acento, mesmo.

quinta-feira, junho 12, 2003




Rachel Weisz

quarta-feira, junho 11, 2003



T� precisando de uma dessas pra mim...rs

terça-feira, junho 10, 2003


Ah sim, estou mais feliz porqu� mam�e chegou do Rio...rs


Esse blogger t? louco, eu publico os posts e sai tudo com o acento trocado, caracteres estranhos...


No Domingo rolou festinha no "A L�ca", lugar que eu tinha ido uma vez e n?o tinha gostado. N?o porqu� seja um lugar GLS, porqu� eu n?o tenho nenhum problema com isso. O fato � que na primeira vez que fui l? eu achei meio barra-pesada. Dessa vez, num Domingo, �s 10 da noite, o lugar estava tranq�ilo e habit?vel. A minha amiga Elaine tocou e eu dancei muito com o pessoal, Thiago, Jo?o, Alcides, Luis, Fabs...at� achei uma menina interessante l?, da? perguntei pro cara que estava com ela se ele era apenas amigo ou se eram namorados. "Ah, ela est? com a namorada dela, a Vanessa...". Putz...tanto homem como eu precisando de uma mulher legal ao lado...mas tudo bem...Ah sim, o set list foi maravilhoso, com destaque para "Boys And Girls", do Pet Shop Boys remixado pelo Blur (eu AMO o Blur !), "Burning Down The House", m?sica original dos Talking Heads, cantada nesta vers?o (muito boa por sinal, eu j? conhecia) pelo Tom Jones e pelos The Cardigans, com aquela loirinha que eu esqueci o nome agora. Encontrei ainda no final da festa com uma menina que fez assist�ncia para um curso do Senac que eu fiz no come�o do ano. Dan�ar � muito bom, ainda mais na companhia de gente legal e com muita m?sica boa...O pessoal foi embora e eu sa? na mesma hora que o Thiago e a Elaine sairam, um pouco antes da meia-noite. Muito bom ! Esse final de semana foi excelente, e come�ou na verdade na quinta-feira, com o anivers?rio da Lalai.