Blog desses tempos

quinta-feira, outubro 17, 2002

Muito boa essa :

Leitores de Bukowski percebem que n�o s�o especiais

S�o Paulo, 03/10/2002 - A insuport�vel onda que assolava a juventude hype-blas�-descolada-egoc�ntrica-psicopata deste Pa�s tropical parece que teve um fim. Um senso incomum de realidade ou o excesso de u�sque barato no sangue fez com que membros desse seleto e bem freq�entado grupo percebesse que citar ou conhecer Bukowski, o velho onanista bab�o, o Jece Valad�o da literatura norte-americana - que tentou, mas nunca conseguiu ser Henry Miller -, n�o faz de ningu�m uma pessoa melhor. Nem pior. Nem mais brilhante. Nem mais culta. Nem mais marginal. Nem mais esclarecida. Nem nada. Resignados com a falta de impress�o que um discurso pseudo-canalha e pretensamente libert�rio causa na vida alheia, os jovens representantes da alta casta cultural tupiniquim decidiram ler um pouco mais e falar bem menos. Percebendo enfim que um livro � para ser lido, n�o arrotado. E que cultura � um bem pessoal, n�o um objeto a ser exibido.

L� do Mundo Perfeito.