Blog desses tempos

segunda-feira, novembro 25, 2002

(...) "Martha, 41, e Nelson, 36, s�o autores jovens. Ainda que n�o sejam emblem�ticos de uma gera��o, s�o boas amostras de como a literatura brasileira contempor�nea enxerga os pap�is de homens e mulheres. Por isso, � t�o curioso que, �s mulheres esteja reservado o lugar da liberdade, enquanto aos homens resta o infort�nio da masculinidade. A pergunta que cabe �: se mulheres como a personagem Mercedes, criadas para cumprirem pap�is pr�-conbebidos, para se encaixar em modelos de femininilidade j� ultrapassados, conseguem se fazer livres, por que a homens como o personagem Rodrigo n�o est� dado o direito de se livrar dos malditos estere�tipos da masculinidade?"

Artigo interessant�ssimo de Carla Rodrigues no site No M�nimo.