Blog desses tempos

quinta-feira, dezembro 12, 2002




Robert Doisneau, 1950