Blog desses tempos

sábado, abril 05, 2003


Caf�, Tok & Stok e cinema


Na quinta-feira, n�o tinha feito nada de muito �til, me senti improdutivo. Bem, ainda bem que existem pessoas legais e amigas. O Luis me ligou do celular da Elaine e disseram que estariam chegando aqui perto de casa para o Fran's Caf� e me convidaram. Estou amando os meus amigos novos ! S�o pessoas inteligentes e gentis. Assim que desligaram o telefone, corri para fazer a barba. A minha barba d� um trabalho que as pessoas n�o imaginam. rs Eu fa�o hoje, amanh� j� t� grande de novo. Enfim, como n�o sou quase enrolado..rs..., tomei um banho e fui correndo pra l�. Quando cheguei na portaria, notei que tinha esquecido a minha carteira no meu quarto. Voltei e quando cheguei no Fran's, a Elaine e o Luis j� estavam batendo um papo. O Luis � muito simp�tico. A Elaine, como sempre, divertida, racioc�nio r�pido e muito engra�ada ! rs Eu, todo t�mido l� com os dois. Sa�mos de l� e fomos at� a Tok & Stok do Shopping aqui pertinho de casa. Foi muito legal ter ido l�, lembrei quando fui l� escolher uma lumin�ria para o meu quarto. Ficamos vendo coisinhas bonitinhas e voltamos at� o carro da Lalai. Ela n�o vai mais na festa da M�nica...:-( Ela me deu umas dicas e voltei � p�, para casa. Tinha at� colocado um casaco, mas n�o adiantou, estava muito calor. Eu ia ao cinema, mas como tinha pegado um filme na locadora, resolvi ficar em casa e assist�-lo com meu pai. Eu j� tinha visto "A Identidade Bourne" (queria dar uns amassos daqueles na Franka Potente, tamb�m...rs) e foi bom ter visto com meu pai, ele estava meio estressado na semana passada (ele tem os motivos dele) e eu achei uma boa id�ia ver um filme, espairecer um pouco. O filme � um thriller de a��o, n�o � o tipo de filme que eu mais gosto, mas esse � bem legal, diferente da maioria dos que Hollywood produz todo dia. E ainda tem a musiquinha do Moby, "Extreme Ways", que � o m�ximo !!! Eu n�o conhecia muito do Moby, mas me apaixonei por essa m�sica. Tem o clima, os tecladinhos, est� tudo l�. Bom a gente dar um carinho pra quem a gente gosta e nem sempre a gente sabe como dar esse carinho ou a pessoa � fechada demais. Nessas horas eu percebo o quanto sou pequeno, o quanto de amor a gente precisa dar, precisa prestar mais aten��o nas pessoas que amamos.


Ontem (sexta-feira), falei com a Elaine de novo, trocamos e-mails. O final de semana promete. Espero que d� tudo certo. Convidei ela e o Thiago para o cinema, mas n�o sei o que aconteceu. Mas � bom tamb�m, porque n�o quero ficar grudando direto e dar uma de chato. Aproveitei e fui ao cinema, l� no Unibanco Arteplex ver "As Confiss�es de Schmidt", com o Jack Nicholson. Acho que � a primeira vez que n�o vi o Jack Nicholson fazendo aquelas caras c�nicas maravilhosas que s� ele sabe fazer. O filme � bem aquele estilo minimalista do Alexander Payne (quem viu "Elei��o", sabe do que estou falando). O rel�gio na parede, a musiquinha fazendo contraponto com a narrativa, os detalhezinhos que dizem muita coisa. E os personagens. � um filme de personagens, do tipo que gosto. O filme tem uma estrutura lenta, � bem triste, mas disfar�a com momentos hilariantes do Jack tentando se virar com um colch�o d'�gua. E as confiss�es...a alma do filme. A "rela��o" do personagem do Jack Nicholson com o garoto Ndugu. O final � fant�stico, de uma sensibilidade impressionante. E o final, � muito, muito fofo ! Enfim, fui sozinho, voltei sozinho, com saudades de sair com a Elaine e amigos.


Falei com a minha m�e, a opera��o foi simples, deu tudo certo, gra�as � Deus. Minha m�e � um amor de pessoa ! Falei com a minha tia e mais tarde, falei com o meu pai, que foi para o Rio ficar com minha mam�e.