Blog desses tempos

terça-feira, maio 20, 2003


Bem, tentarei ser breve. Voltei ontem do Rio de Janeiro, de �nibus. Fui para l� na sexta passar o final de semana com a minha irm�, m�e, tia, av� e meu pai, que j� estava l�. A viagem de �nibus foi tranq�ila. Cheguei l� quase 9 da noite e nem quis sair nem nada, s� descansar da viagem. No S�bado � tarde, meu tio e a Dalva passaram l� para resolver a quest�o do livro sobre o meu av�. Como eu j� estava querendo ver "Bowling For Columbine" e "Punch Drunk Love" h� muito tempo e estreiou nessa sexta, aproveitamos e fomos eu, minha m�e e meu pai l� no Esta��o Botafogo, que � o m�ximo ! Adoro aquele p�blico de l� ! Um pessoal mais antenado, mais moderno, normalmente. O document�rio do inteligente Michael Moore � demais. Fala dessa am�rica belicista pat�tica, dessa am�rica insana e a ind�stria das armas, da paran�ia.

No Domingo, n�s fomos almo�ar no Florescer, l� em Niter�i. Comida honesta. H� muito tempo que n�o ia em Niter�i. E o p�r-do-sol visto pela ponte � lindo...mas n�o gosto muito de altura...rs A Fay tinha combinado com um amigo dela de irem na Bienal do Livro, l� no Riocentro. Ele foi com mais um amigo e fomos � tarde para l�. Vi o Lu�s Fernando Ver�ssimo passeando pelos estandes. O melhor estande pra mim foi o da Livraria Travessa, que tinha um monte de livros legais...e caros. O lugar estava lotado. N�o gosto quando enche muito, fica muito quente l� dentro do Riocentro. A gente passou praticamente a tarde inteira l� e quando anoiteceu, voltamos. O amigo da Fay veio dirigindo e a gente se perdeu pelo Recreio. Bom, pelo menos valeu para ver a lua brilhando sobre o mar, na praia...Eu estava com pressa pois ainda tinha a festa da minha amiga Andrea, � noite, l� na Nuth. Cheguei em casa, foi o tempo de eu tomar banho, me trocar e ir at� l�. Como n�o tenho carro no Rio, minha m�ezinha querida me levou. A festa estava agrad�vel, o lugar � muito charmosinho, mas acho que podia ser maior. Tinha mais de 5 anos que eu n�o via a Andr�a. Foi bom rev�-la, pena que n�o deu para conversar muito, afinal ela era a aniversariante e estava dando aten��o para todos os convidados. Conversei alguma coisa com a Ju, uma amiga dela, muito simp�tica. Conheci a Paula e o namorado, muito simp�ticos, tamb�m. Como eu sou muito t�mido, �s vezes ficava sem assunto para falar com a Ju. A menina at� que tem o seu charme, mas fiquei na minha. Como sou muito afobado, tem vezes que � melhor ficar na minha, na calma. Tamb�m, nem sei, fui mais para rever a Andr�a, mesmo. Quando o pessoal foi pra pista, resolvi vir embora, afinal, tinha que acordar �s 7 da manh� na segunda-feira para pegar o �nibus e voltar para S�o Paulo. Apesar de que achei algumas amigas dela BEMMMMM patricinhas. Devem ser ricas, sei l�. Como esse pessoal tem dinheiro...fala s�rio. E s� mulher alta, com aqueles saltos enormes...n�o sei porqu� mulher gosta tanto de usar salto. Acho legal a mulher ficar mais baixa que eu, n�o mais alta ! Mais baixinha d� vontade de pegar no colo, fazer carinho, essas coisas. Mulher alta ou com salto alto fica com um ar muito aristocr�tico pro meu gosto. Ent�o lan�o a campanha : Mulheres, abandonem os saltos, voc�s ser�o queridas mais baixas, tamb�m, n�o se preocupem. Apesar de que acho que a maioria usa salto pra se sentir "poderosa". A� j� acho rid�culo. Que ilus�o. "Poderosa" na hora da festa, na balada. E depois ? Pra qu� ? Pois �. Mulher, um ser complicad�ssimo. Enfim, voltei pra casa e ontem de manh� voltei para S�o Paulo.

Saudades Elaine, saudades Ellaine, obrigado pelos e-mails, obrigado pelos e-mails M�nica e Simone. E hoje o Evandro me ajudou l� no est�dio. Obrigado, rapaz ! Pois �, hoje foi cansativo. E espero que algu�m da escola me explique claramente que hist�ria � essa de colocar aviso de est�gio quando s� quem pode estagiar � aluno com o Portif�lio formado ? Que coisa burra. Se o aluno que pode "estagiar" � aquele que j� se formou e N�O EST� mais l� na escola, pra que colocar os avisos L� ? Brincadeira...