Blog desses tempos

domingo, junho 20, 2004


Tem dias que sou amargo como café. Tem dias que sou sensível, como se fosse bom.
Porque sim.
Porque não.